Bispo do interior de SP renuncia após vazamento de vídeo íntimo

·1 minuto de leitura
Bispo renunciou ao cargo após o vazamento das imagens - Foto: Divulgação
Bispo renunciou ao cargo após o vazamento das imagens - Foto: Divulgação
  • Bispo renunciou após vídeo íntimo ser bastante repercutido na internet semana passada

  • Nas imagens, ele aparece nu e acariciando o órgão sexual em chamada com outro homem

  • O religioso já havia renunciado a um cargo em 2018, sob acusação de encobrir casos de abuso sexual

Um bispo que atuava em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, renunciou ao cargo após vazamento de um vídeo íntimo na última sexta-feira (13).

Tomé Ferreira da Silva ocupava a posição na Diocese da cidade paulista desde 2012. Diante da polêmica causada pela gravação, porém, enviou o pedido de renúncia, que foi aceito pelo papa Francisco e confirmado na última quarta (18) pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Leia também:

O vídeo em questão mostra Tomé nu, se masturbando em chamada com outro homem, que aparece ao fim da filmagem com uma tarja cobrindo o rosto. As imagens ganharam as redes sociais e foram bastante repercutidas.

De acordo com o comunicado da CNBB, a vaga de Tomé será ocupada pelo arcebispo de Ribeirão Preto-SP, Moacir Silva.

Comunicado da CNBB sobre o bispo - Foto: Divulgação
Comunicado da CNBB sobre o bispo - Foto: Divulgação

Polêmica e renúncia em 2018

A atuação de Tomé rendeu críticas nos últimos anos, especialmente em 2018, quando ele chegou a ser investigado por supostamente omitir casos de abuso sexual praticados por padres da diocese.

Na ocasião, o bispo de São José do Rio Preto renunciou a outro cargo que ocupava, de coordenador regional da Arquidiocese de Ribeirão Preto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos