Bitcoin avança para mais de US$1.400 e atinge recorde

LONDRES (Reuters) - A bitcoin subia acima de 1.400 dólares nesta terça-feira, depois de mais que triplicar seu valor no último ano, impulsionada por forte demanda no Japão, onde a moeda digital tem sido considerada um meio de pagamento legal.

O site de dados Cryptocompare, que analisa as negociações de bitcoin em dezenas de bolsas de câmbio globais, disse que cerca de 50 por cento do volume de negócios nas últimas 24 horas foram feitas considerando a taxa de câmbio bitcoin/iene.

"Os japoneses recentemente melhoraram o tratamento à bitcoin ao tratá-la legalmente como uma forma de pagamento", disse Charles Hayter, fundador do Cryptocompare. "As operações de autoridades chineses sobre bolsas também podem ser uma ação positiva para a indústria também."

Autoridades chinesas ampliaram fiscalização sobre bolsas neste ano e as forçou a começar a cobrar taxas de negociação, depois de se mostrarem preocupadas sobre especulação envolvendo bitcoin e seu potencial uso para lavagem de dinheiro.

O valor da bitcoin subia mais de 3 por cento nesta terça-feira na bolsa de câmbio europeia Bitstamp, atingindo 1.437 dólares, o maior desde seu lançamento em 2008. Isso marca uma valorização de mais de 200 por cento sobre o preço no início de maio do ano passado.

A valorização coloca o valor total de todos as bitcoins em circulação perto de 25 bilhões de dólares.

Analistas da moeda disseram que o preço também aumentou depois que a SEC recebeu pedido da gestora de bolsas BATS para revisar sua decisão de março de não aprovar um fundo de índice (ETF) atrelado à bitcoin proposto pelos irmãos Winklevoss.

(Por Jemima Kelly)