Bitcoin: como o Cazaquistão se tornou 2º maior minerador de criptomoedas do mundo

Apesar de suas cotações voláteis, criptomoedas como o bitcoin tiveram uma explosão de popularidade nos últimos anos. No entanto, nenhum outro lugar no mundo viu os resultados dessa onda tão rapidamente quanto o Cazaquistão. Em um intervalo de apenas seis meses, o país da Ásia Central se tornou o vice-líder mundial em mineração de bitcoin. O Cazaquistão é tão importante para o mercado de criptomoedas que a rede global de bitcoin foi gravemente afetada quando uma onda de protestos violentos em janeiro de 2022 deixou o país sem internet. Apesar de ter visto os mineradores de bitcoin com bons olhos em um primeiro momento, o governo tenta agora controlar essa indústria florescente. Nosso repórter para assuntos cibernéticos Joe Tidy foi ao país e visitou uma das maiores minas de criptomoedas do mundo. Ele também investigou o custo ambiental envolvido nas transações de moeda virtual em todo o mundo. Confira no vídeo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos