Black Friday: Procon-SP fará plantão na madrugada. No Rio, fiscalização acirrada nas lojas de rua

Giulia Costa*

RIO - Para atender aos consumidores que pretendem fazer compras durante a Black Friday, que tem seu ápice nesta sexta-feira, o Procon-SP terá especialistas de plantão durante a madrugada desta quinta para sexta-feira pelo telefone 151. O atendimento acontece até as 2h, quando será feito um intervalo para retomada às 6h até as 22h sem novas paradas.

No estado do Rio, não haverá atendimento estendido durante a Black Friday. As queixas, no entanto, assim como acontece no Procon-SP, também pode ser encaminhadas ao Procon-RJ pelo telefone 151, site ou aplicativo.

A autarquia fluminense, que vem acompanhando os preços desde outubro, fará uma fiscalização especial nas lojas fisícas, nesta sexta-feira, para verificar se os descontos estão de fato sendo aplicados. O objetivo é inibir possíveis práticas irregulares no momento em que estiverem acontecendo.

As empresas que realizarem ofertas enaganosas estarão sujeitas à multa e a processo por suspeita de publicidade enganosa ou abusiva, proibida pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Segundo o Procon-SP, nessa edição da Black Friday, as reclamações apresentadas pelos consumidores serão encaminhadas direto aos fornecedores, que terão dez dias para responder aos questionamentos. No primeiro boletim com a balanço das queixas divulgados pelo órgão paulista, no fim da tarde desta quinta-feira, a reclamação mais frequente foi a de maquiagem dos descontos.

Nesta sexta-feira,* Estagiária sob a supervisão de Luciana Casemiro