Blitz interrompe festa clandestina na zona leste de São Paulo

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Comitê de Blitze do governo estadual e da Prefeitura de São Paulo interrompeu neste sábado (24) uma festa clandestina com 152 pessoas, a maior parte sem máscaras, em um bar na avenida Aguiar de Beira, em Aricanduva (zona leste). Segundo o comitê, o evento irregular contava com DJ e banda contratada para animar a festa, descumprindo decreto estadual que estabelece regras de distanciamento para evitar a disseminação do coronavírus. Durante a ação, 17 pessoas foram detidas e autuadas, incluindo o dono do bar. Foram apreendidos equipamentos de som, instrumentos musicais, quatro máquinas de cartão e R$ 30 encontrados em duas máquinas caça-níqueis. Entre a noite de sexta-feira (23) e a madrugada de sábado, a Polícia Militar realizou 1.445 ações de dispersão em todo o estado, com 183 flagrantes de aglomerações. Só na capital foram 198 dispersões e 53 aglomerações. Desde 26 de fevereiro, a PM realizou 142 mil ações semelhantes --55.175 neste mês. Já a Vigilância Sanitária fez 25 inspeções entre sexta e este sábado, com a autuação de quatro estabelecimentos por manutenção do atendimento presencial e presença de pessoas sem máscara.