Bloconcé: primeiro bloco do carnaval não oficial homenageia Beyoncé

Maíra Rubim
Bloconcé

RIO — Do AquaRio com destino ao Museu do Amanhã, o Bloconcé realiza o seu primeiro desfile de 2020 na manhã deste domingo, só com músicas de Beyoncé em ritmo de folia. Ao menos 25 blocos participam da abertura não oficial do carnaval, organizada pela Desliga dos Blocos.

— O carnaval no Rio não acaba nunca. Toco no Amigos da Onça e ensaiamos o ano todo. O pré-carnaval é o melhor, tem menos gente, menos confusão e a gente consegue curtir — diz o advogado carioca Yannick Robert.

Fantasiadas e maquiadas, sem esquecer dos cílios postiços, as integrantes do bloco animavam com suas coreografias. Já os foliões seguiam a ideia de pré-carnaval: mais tímidos,alguns com purpurina, um adorno na cabeça ou uma peça de roupa colorida. Para refrescar o calor, aguentar o Sol e asensação térmica de 30 graus, ambulantes estão a postos, vendendo bebidas. Polícias do Centro Presente fazem a segurança. Não tem banheiro.

A dentista Andrea Avilez trouxe dois amigos franceses para curtir a festa:

— A minha amiga viu o evento nas redes sociais e quis participar. Ela já conhece o carnaval da cidade, veio para cá há dois anos e adora.

Felipe Machado, biólogo, está morando fora do país, mas aproveitou para trazer sua filha de um ano e meio no carrinho para curtir a folia.

— Vim com a minha esposa. Só estamos aqui nessa época do ano e é bom ter a chance de aproveitar o carnaval.

Ao passar pelo Porto, o bloco empolgou quem aguardava na fila para embarcar em cruzeiros.

- Não conhecia o Bloconcé, mas gostei muito do pouco que pude ver. Fiquei curiosa! Vou até procurar a agenda deles quando voltar - conta a estudante Marina Castro.