Eita!
  • Reprodução/NBCReprodução/NBC

    Uma faxina pode ser bem mais interessante do que parece em um primeiro momento. Essa é a conclusão da família de Mike Lopez, que vive na Flórida, nos EUA, e encontrou um baú com moedas, um mapa do tesouro e uma mão humana ao faxinar o sótão da casa de seus avós.

    Logo depois do susto de encontrarem uma mão humana no sótão de casa, Mike e sua família resolveram encaminhar todos os itens encontrados para um curador de museu.

    Rodney Kite-Powell, que trabalha no Centro Histórico de Tampa Bay, confirmou que “definitivamente se trata de uma mão humana” e que o mapa data das décadas de 1920 ou 1930. Já as moedas foram consideradas finas demais para serem autênticas.

    Segundo Lopez, o "tesouro" foi encontrado por sua irmã dentro de uma caixa de madeira que tinha, ainda, uma foto do casamento de seus bisavós.

    De acordo com o dono da casa, o mapa pode levar a uma lenda local. Ele afirma que no objeto havia registrada a palavra “Gaspar”, que, segundo a família, pode ser uma referência à lenda do

    Saiba mais »de Ao fazer faxina em sótão da avó, família acha mapa do tesouro e mão humana
  • ReproduçãoReprodução

    Uma das maiores críticas ao pau de selfie, o objeto mais polêmico dos últimos meses, é a aparente solidão que ele traz. Isso porque utilizá-lo é simplesmente uma forma de abrir mão do bom e velho “Pode tirar uma foto para mim?” para qualquer estranho na localidade. Bem, esse tipo de discussão tende a acabar — ou não. A moda agora é o braço de selfie.

    Isso mesmo, um braço que tira selfies. A invenção estranha (macabra?) é bastante simples: um pau de selfie envolvido com um braço artificial, idêntico a esses que crianças comprar para assustar umas às outras no Halloween. Na ponta que está na mão das pessoas, está a mão falsa; do outro, a estrutura normal do pau de selfie.

    O resultado final são fotos para lá de bizarras, com uma mão artificial “passando a impressão” de que a pessoa não está sozinha, no melhor estilo “casal feliz”. Na web, claro, a repercussão foi recheada de sarcasmo e piadas. Afinal, pior do que pau de selfie, só o pau de selfie que te faz tirar uma foto de mãos dadas com

    Saiba mais »de Pau de selfie ganha uma evolução bizarra: o 'braço de selfie'
  • (Foto: Reprodução / Youtube)(Foto: Reprodução / Youtube)
    Um cinegrafista amador flagrou o momento em que uma mulher furiosa destrói o carro de seu marido. O motivo? Ela descobriu uma traição e não mediu esforços para infligir o maior dano possível ao automóvel.

    O incidente ocorreu em uma rua da Nanjing, na China. Rodeada por dezenas de pessoas, a mulher é vista usando uma pedra para quebrar o vidro da frente do carro.

    Ao longo do vídeo, postado no Youtube nesta terça-feira (28), é possível ver sangue na mão da mulher após uma tentativa frustrada de estourar o vidro com a mão.

    Após quebrar o vidro da porta do motorista, a mulher arrancou o homem de dentro do carro e começou a agredí-lo. Rapidamente um policial intervém para separar o casal. Entretanto, não há informações sobre o que ocorre após o fim da gravação.

    É como sempre dizemos por aqui no Eita! Traiu? Aguente as consequências...

    Saiba mais »de Chinesa descobre traição e destrói carro do marido com pedra
  •   

    A polícia dos Estados Unidos prendeu um homem por um crime nada usual. Lucas Linch foi detido por disparar arma de fogo no meio da rua, ele não atirou contra nenhuma pessoa. Enfurecido com a lentidão de seu computador, o criminoso resolveu “assassinar” a máquina.

    “Ele estava tendo problemas tecnológicos, então levou o computador para um beco e o destruiu. Se cansou de brigar com o computador nos últimos meses e, então, finalmente, não aguentou mais e resolveu ‘matar’ máquina”, afirmou Jeff Strossner, porta-voz da polícia local.

    Lich, agora, vai responder por fazer disparos de arma de fogo na rua. Além disso, ele agora terá de lidar com seu novo apelido: para a mídia local, Lucas agora é o “caubói cibernético”. Tudo porque um ctrl + alt + del não funcionou.

    Saiba mais »de Homem vai para a cadeia nos EUA por "assassinar" seu computador
  • ReproduçãoReprodução

    A busca pela audiência na televisão japonesa extrapolou todos os limites já vistos. O programa “Sing What Happens” traz filmagens de participantes tentando cantar em um karaokê enquanto… São masturbados.

    As filmagens (assista abaixo) são as mais constrangedoras possíveis. O participante é filmado de todos os ângulos tentando cantar enquanto é masturbado. As cenas vão ao ar em um canal adulto.

    O programa tem objetivo simples: ganha quem desafinar menos. No Japão ele já é alvo de polêmica e divide a população. E, claro, o objetivo tem sido alcançado. Comentado em todo o mundo, o programa está indo muito bem na audiência.

    Saiba mais »de Tudo pela audiência: TV japonesa estreia karaokê em que candidato é masturbado ao vivo
  •   

    O mistério do pós-morte é uma das grandes incógnitas da história da humanidade. O que acontece depois que morremos? Essa questão levou o cientista Sam Parnia, da Universidade de Southampton, a coordenar um estudo sobre consciência no momento exato após a morte. E o resultado é surpreendente.

    Realizada com 2 mil casos de infarto em 15 hospitais de Reino Unido, Estados Unidos e Áustria, a pesquisa aponta que 9% dos dos 39% de sobreviventes tiveram uma “experiência de quase morte” (EQM). Ou seja, eles mantiveram a consciência mesmo quando eram dados como clinicamente mortos. E, mais ainda, fizeram relatos dessa experiência.

    “Ele [paciente] esteve consciente por um período de três minutos, sendo que dentro desse tempo ele estava sem pulso. Isso é contraditório, uma vez que, normalmente, o cérebro deixa de funcionar entre 20 e 30 segundos depois do coração parar e não retoma as atividades até que volte a ter pulsação”, explica Parnia.

    Diferente do que possa parecer, o objetivo de Parnia não é

    Saiba mais »de Pesquisa faz estudo sobre pós-morte e tem resultados surpreendentes
  • ReproduçãoReprodução

    Existem oportunidades que são tão raras que não podem ser desperdiçadas. A rede fast-food Burger King percebeu isso e, agora, vai arcar com os custos do casamento dos norte-americanos Joel Burger e Ashley King. Sim, o casal Burger King.

    A história é perfeita para a rede de lanchonetes (e para o casal também, claro): os dois se conheceram ainda no Jardim de Infância, se apaixonaram com a convivência e, anos depois, vão consumar o amor em uma festa de casamento. Sabendo de tudo isso, o Burger King fez, via Skype, a proposta para patrocinar o casório.

    Burger e King, é claro, não pensaram duas vezes antes de topar a proposta da lanchonete. Mais do que isso, fizeram até alterações necessárias no convite, uma vez que a tradição nos EUA manda o sobrenome da noive — King, no caso — vir antes do noivo. Inversão feita e, pronto, estava organizado o casamento Burger King.

    “Quando soubemos [Burger King, a empresa] que existia esse casamento Burger King ficamos empolgadíssimos. Parecia coisa do

    Saiba mais »de Joel Burger e Ashley King vão casar. Quem vai bancar a festa? Sim, o Burger King
  •   

    Da agência AFP

    A China impôs uma pena de prisão a um uigur por utilizar uma longa barba, uma decisão classificada nesta segunda-feira de inaceitável e absurda por um grupo de defesa desta minoria muçulmana com sede no exterior.

    Um tribunal de Kashgar, na região autônoma de Xinjiang, no oeste do país, condenou recentemente a seis anos de prisão um homem de 38 anos, publicou o jornal da juventude da China. Sua esposa enfrenta, por sua vez, dois anos de prisão.

    O homem "deixava a barba crescer desde 2010", enquanto sua mulher "usava véu e uma burca", práticas punidas pelas autoridades regionais, indicou o jornal. O casal era acusado de "avivar conflitos e provocar distúrbios".

    Esta sentença "é inaceitável e absurda", denunciou Dilxat Rashit, porta-voz do Congresso Mundial Uigur, uma organização de defesa desta minoria.

    Segundo ele, trata-se de um caso "típico da perseguição política" sofrida pelos uigures, muçulmanos turcófonos que formam a primeira etnia em Xinjiang.

    As autoridades

    Saiba mais »de China condena uigur a seis anos de prisão por usar barba longa
  • ReproduçãoReprodução

    “Se você acredita em Deus, você vai ver a imagem”. É assim que a fiel Ximena Rosero define a paisagem de um penhasco em Putmayo, na Colômbia, que recebe centenas de pessoas nos últimos dias, todas interessadas em ver “o rosto de Jesus na terra”.

    O suposto rosto apareceu no local após um desabamento e, desde então, tem sido alvo de visitas de vários fiéis. A polícia colombiana teve até que mudar a rota de seus oficiais, colocando mais policiais na região para evitar acidentes.

    O “rosto de Cristo”, é claro, causa polêmica. Para muitos está ali — como destacou Ximena. Mas, para outros tantos, não passa de ilusão de ótica e um monte de terra em um barranco.

    Saiba mais »de Jesus "aparece" em montanha colombiana e causa polêmica
  •   

    Já pensou se houvesse, ainda hoje, uma testemunha ocular do descobrimento do Brasil? Impossível, pois ela teria que ter mais de 500 anos, certo? Pois bem, um neurocientista quer transformar isso em algo plausível. Diretor da Google Ventures, Bill Maris tem um ambicioso projeto para fazer o ser humano viver até os 500 anos.

    A Google Venture é a diretriz de capital de risco da empresa de tecnologia. Por meio delas, Maris já investiu US$ 425 milhões em tecnologias médicas para modificar o DNA e prolongar a vida. Detalhe: todo esse investimento foi feito apenas em 2015. O neurocientista, agora, busca empresários dispostos a ampliar seu investimento por meio de financiamento. Com isso, ele pretende chegar logo à cura do câncer e de outras graves doenças.

    A ideia, em um futuro próximo, é fazer que a ciência possa reparar danos causados pelo consumo de álcool e tabaco, além de doenças como Parkinson e Alzheimer. O criador do ambicioso projeto, no entanto, divulga poucas informações sobre seu

    Saiba mais »de Cientista quer aumentar expectativa de vida para 500 anos
Carregando...

Paginação

(341 artigos)

Siga o Yahoo