Na Mira do Regis

A música brasileira vai mal? Você que pensa… – parte 6

Em mais um capítulo desta "saga", trago aqui outros quatro nomes de músicos que vem fazendo trabalhos absurdamente bons dentro do cenário da música brasileira em todos os seus inúmeros gêneros.

Mais uma vez, devo lembrar que é imprescindível que você deixe a acomodação de lado e procure ouvir outras canções do pessoal que vem sendo citado nestas matérias. É apenas desta forma que você vai sacar que a música brasileira anda em ótima fase, e que você não deve confiar nas "novidades" impostas pelas rádios e TVs do Brasil...

ROBERTO SALLABERRY
Respeitado baterista, Sallaberry mostra em seu quarto trabalho, New Bossa, o que promete no título: uma nova maneira de tocar música brasileira — bossa nova, samba, baião e o que mais lhe der na telha - pelo prisma do jazz. A versatilidade com que ele assina cada composição beira o estonteante e seu senso rítmico equivale a uma série de aulas do instrumento.

MURILO MARTINEZ
Com o disco Sinfonia do Silêncio, este violonista de Mato Grosso do Sul radicado em São Paulo demonstra uma entrega ao instrumento e à música poucas vezes vista nestas terras. O uso que ele faz da técnica de fingerstyle — na qual se toca o violão fazendo a melodia, a harmonia e o ritmo ao mesmo tempo - só não é mais impressionante que a beleza de suas composições.

FERNANDO MOTTA & DOMINGOS MARIOTTI
Ambos foram fundadores de um dois grupos mais legais do rock progressivo nacional nos anos 70, o Recordando o Vale das Maçãs. Em seu disco Reunião, a flauta transversal de Mariotti dialoga com as guitarras, violões e baixos de Fernando com uma delicadeza melódica estonteante, sem o menor traço de presunção técnica masturbatória. A dupla parece ter a intenção de dar um único recado: no futuro, o que importará será única e exclusivamente a música.

ALEXANDRE GUERRA
Se você pensa que não existem compositores brasileiros fazendo trabalhos eruditos contemporâneos, vai tomar um susto e ficar maravilhado com a inacreditável beleza do disco Estações Brasileiras, criado por este jovem e talentosíssimo compositor e maestro. Dotado de uma rara habilidade em transitar com desenvoltura pela ponte que liga os universos erudito e popular, Alexandre elaborou um amálgama esplendoroso, a ponto de todas as composições deste álbum terem sido utilizadas na novela global Vida da Gente e nos filmes Quem se Importa e Polaroid Circus. É um daqueles discos que dá vontade de chorar de tão belo...

Veja abaixo alguns exemplos da maravilhosa música que está turma vem fazendo...

Carregando...

Sobre Regis Tadeu

Regis Tadeu é crítico musical, jurado do Programa Raul Gil, colunista/produtor/apresentador do portal do Yahoo, produtor/apresentador dos programas Rock Brazuca e Agente 93 na Rádio USP FM e foi Diretor de Redação/Editor das revistas Cover Guitarra, Cover Baixo e Batera.

Siga o Yahoo Notícias