Na Mira do Regis

A música brasileira vai mal? Você que pensa… – parte 7

Se você pensou que esta "saga" tinha chegado ao fim, pode esquecer. A quantidade de gente que vem desenvolvendo excelentes trabalhos dentro do cenário da música brasileira em todos os seus inúmeros gêneros parece não ter fim.

Abaixo, você tem mais quatro nomes que devem ser ouvidos e assistidos com muita atenção. Lembro novamente que é imprescindível que você deixe a preguiça de lado e procure ouvir outras canções de todo este pessoal que vem sendo citado nestas matérias. É assim que você não será enganado pelas "novidades" impostas pelas rádios e TVs do Brasil e vai poder desmentir todo aquele que disser que a música brasileira anda ruim...

CHICO PINHEIRO
Desde que começou a ser notado por suas participações nas bandas de Chico César, Pedro Mariano e Maria Rita, este extraordinário violonista/guitarrista passou a cativar a todo mundo que tomou contato com alguns de seus discos em carreira solo — já são cinco, incluindo o mais recente, o ótimo Flor de Fogo, lançado no final de 2010. Dono de uma técnica apuradíssima, Chico a emprega apenas para tecer lindas pérolas em forma de canção, todas exuberantes em suas ricas harmonias, sofisticadas e populares ao mesmo tempo.

MOLHO NEGRO
A cada dia, mais bandas e artistas bacanas surgem nas mais diversas capitais do País, fora do "circuito Rio-São Paulo-PortoAlegre-Brasíla-Recife". Do Pará vem este bom trio roqueiro, que faz um som potente, pesado e musculoso, com boas letras e sacadas espertas em termos de arranjos em seu EP Rock!. É, daqueles lados do Brasil não vem apenas o monte de porcarias "technobregas" que a mídia e alguns críticos "mudéeerrrnuuuusss" querem empurrar goela de abaixo das pessoas desavisadas...

ÁFRICA LÁ EM CASA
É possível misturar rock, samba, jazz, baião e mais um monte de outras referências de maneira experimental, psicodélica, claustrofóbica e desconcertante? Sim. É justamente tal habilidade que faz com que este grupo paulista construa mantos sonoros a partir de improvisações que sempre deságuam em composições espetaculares. Seus três discos - o mais recente é o intrigante Sozinho Entre Fatias, de 2011 - são verdadeiras aulas de como construir músicas em camadas sobrepostas e entrelaçadas.

LUCIANA OLIVEIRA
Ela é uma das raríssimas cantoras que conseguiram encontrar uma harmonia perfeita entre funk, afrobeat, sambas de roda e afoxés. Seu disco O Verde do Mar é tremendamenbte cativante em sua riqueza e simplicidade harmônica, melódica e rítmica. Isto sim é a verdadeira "música negra brasileira"!

Veja abaixo alguns ótimos exemplos dos respectivos trabalhos desta turma...

Carregando...

Sobre Regis Tadeu

Regis Tadeu é crítico musical, jurado do Programa Raul Gil, colunista/produtor/apresentador do portal do Yahoo, produtor/apresentador dos programas Rock Brazuca e Agente 93 na Rádio USP FM e foi Diretor de Redação/Editor das revistas Cover Guitarra, Cover Baixo e Batera.

Siga o Yahoo Notícias