4% da população vive em mundo no qual os cinco sentidos se misturam

 

(Reprodução/Flickr)
(Reprodução/Flickr)

Por definição, sinestesia é uma relação que se dá espontaneamente entre as diferentes possibilidades de sensações. Como por exemplo, sentir o cheiro de uma cor, identificar forma em um som ou ouvir um som toda vez que vê ou sente alguma textura. As associações podem ser das mais diversas quando uma pessoa possui este tipo de sensibilidade.

Anteriormente este tipo de fenômeno era associado quase que exclusivamente à psicologia e à forma como os sinestésico construiam suas interpretações subjetivas do mundo. No entanto, com o avanço da neurociência estas sensações cruzadas passaram a ser mais estudadas.

Cientistas dedicados à pesquisa do sistema nervoso, como o americano Davide Eagleman, passaram a buscar respostas mais fisiológicas a tal condição. Eagleman inclusive é fundador do primeiro laboratório científico dedicado ao estudo da sinestesia e publicou um livro chamado 'Quarta-feira é Azul Índigo'.

O pesquisador e sua equipe descobriram conexões neurais bastante específicas que atingem aqueles que vivem deste modo.Pessoas sinestésicas raramente falam sobre seu dom sensorial peculiar - acreditando quer que todo mundo sente o mundo exatamente como eles, ou que ninguém mais o faz. No entanto, a sinestesia só ocorre em uma em cada vinte pessoas, e é ainda mais comum entre os artistas.

Um sinestésico famoso foi o romancista Vladimir Nabokov, que insistiu quando criança que as cores em seus blocos do alfabeto de madeira estavam "todas erradas". Sua mãe entendeu exatamente o que ele queria dizer, porque ela também tinha sinestesia.

LEIA MAIS:

Cientistas descobrem neurônios que funcionam como 'velocímetro cerebral'
Mexicana se forma em psicologia aos 13 anos vivendo como adolescente normal

 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos