Americano de 80 anos constrói trenzinho para passear com seus cães adotados

Super Incrível
Todo dia, Eugene dá uma volta de trenzinho com seus amigos. (Divulgação/Facebook)

O americano Eugene Bostick, de 80 anos, cuida de cachorros encontrados nas ruas há pelo menos três décadas. Depois de tanto tempo de dedicação aos cães abandonados, ele resolveu inovar para passear com eles e construiu uma espécide de trem personalizado para levar toda a matilha.

Para isso, contou com a ajuda de seu irmão. Os dois moram em um beco na cidade de Fort Worth, no Texas, há muitos anos. “Nós começamos a alimentar, deixar entrar, levar ao veterinário para castrá-los. Fizemos um local para eles viverem”, disse Eugene ao site “TheDodo”.

Ao longo de 30 anos, eles cuidaram de inúmeros animais abandonados, que ficavam em uma fazenda onde tinham lugar de sobra para brincar. Mas, com o passar do tempo, Eugene pensou que poderia levá-los para conhecer outros lugares também.

MAIS NO SUPER INCRÍVEL
Funcionário do McDonald’s vira herói na internet ao ajudar cliente com deficiência
Mulher que perdeu um olho por conta de tiro adotou um cão que perdeu um olho após ataque
Apostando na ciência, chinesa congela seu cérebro para 'ressuscitar'
Mistério de tempestade hexagonal bizarra em Saturno está resolvido
Mulher invade tourada para protestar por direito dos animais




Um dia a inspiração veio. “Certo dia, eu estava fora e vi um cara com um trator que anexou carrinhos para carregar pedras. Pensei: ‘dá pra fazer um trem para um cão’. E eu sou um bom soldador, aí peguei esses barris de plástico com buracos cortados e os coloquei sobre rodas e os amarrei juntos”, explicou o aposentado. "Sempre que eles me ouvem ligar o motor, ficam muito animados.”

Já em sua oitava década de vida, o senhor Bostick sabe que um dia terá de deixar aqueles que nunca o abandonaram por falta de condições, mas, até lá, muitos passeios ainda estão agendados para essa turma: “Tenho 80 agora, então eu suponho que não devo durar muito mais tempo, mas vou mantê-lo, enquanto eu puder. Os cães têm se divertido e eles realmente adoram”, concluiu.