Cientistas encontram fóssil de dinossauro com tamanho de cachorro

Super Incrível
(Reprodução/Divulgação)

Você teria um dinossauro de estimação? Parece até coisa dos Flintstones imaginar o animal pré-histórico como um cachorro, por exemplo. Porém, se o ser humano existisse há cerca de 100 milhões de anos atrás, poderia talvez tentar criar um exemplar deste animal recém descoberto.

Do tamanho de um cachorro da raça labrador, o fóssil de um leptoceratópo foi estudado e aparentemente é uma das provas de que o continente americano foi separado por água durante alguns milhões de anos, o que desencadeou o desenvolvimento de dinossauros completamente diferentes.

As ossadas encontradas provaram que a espécie, que já se sabia comer apenas plantas, possui um parentesco com o tricerotópos, um gigante pré-histórico bastante conhecido. Além disso, a arcada dentária do bicho revelado se diferencia por ser curvada para baixo e para fora, em um formato que se assemelha a um bico fino, diferente de alguns de seus parentes.

Um artista idealizou como seria o dinossauro do novo fóssil descoberto. (Reprodução/The Mirror)

A teoria da divisão na verdade mostra que o nível do mar aumentou fortemente em todo o planeta, fragmentando-o mais do que já é hoje, não por meio da terra, e sim por meio de isolamento por água. Por isso, os animais pré-históricos tiveram diversas formas e possibilidades de desenvolverem-se separada e diferentemente ao longo da existência na Terra.

"Assim como muitos animais e plantas encontrados na Austrália hoje bastante diferentes dos encontrados em outras partes do mundo, parece que os animais na parte oriental da América do Norte, no período Cretáceo Superior, evoluíram de uma forma completamente diferente aos encontrados na parte ocidental devido a um longo período de isolamento ", disse o Dr. Longrich, da Universidade de Baths, no Reino Unido.

Ainda de acordo com o cientista, há muito provavelmente milhares de fósseis com mais e mais espécies inéditas a ainda serem descobertas, se for realmente levada em conta esta teoria. Os arqueólogos que se preparem, muito ainda está por vir!

LEIA MAIS:

Mudança de clima pode trazer de volta à Terra répteis pré-históricos
Cientistas aferem temperatura de dinossauros a partir de seus ovos