Crescem as chances de terremoto de filme destruir a Califórnia de verdade

Super Incrível
Reprodução



As cenas devastadoras do filme “Terremoto - A Falha de San Andreas”, que estreou este ano nos cinemas, podem estar cada vez mais próximas de saírem das telonas e virarem realidade. Pelo menos isso é o que indica relatório do serviço geológico dos Estados Unidos.

De acordo com as novas informações, há um “aumento drástico do risco de um grande terremoto” atingir a Califórnia. O panorama negativo surgiu e foi agravado após a descoberta de um vazamento de gás hélio na falha de Newport-Inglewood, próxima a Los Angeles e que fica a apenas 64 quilômetros da falha de San Andreas.

Os especialistas afirmam que a pesquisa também chegou à assustadora conclusão de que a falha em questão é muito mais profunda do que se pensava até então. Isso significa que um eventual terremoto no local seria extremamente mais devastador do que era previsto.

Além disso, a chance de a Califórnia ser atingida por um tremor de magnitude oito ou mais na escala Ritcher nos próximos 30 anos cresceu entre 4,7% e 7%. O hélio encontrado, vestígio do Big Bang e que tem como única fonte terrestre a superfície, está espalhado por um trecho de quase 50 quilômetros.

“Tivemos sorte de que a atividade sísmica na Califórnia tenha sido relativamente baixa ao longo do século passado. Mas sabemos que forças tectônicas estão apertando continuamente o sistema da falha de San Andreas, fazendo com que grandes terremotos sejam inevitáveis”afirma Tom Jordan, co-autor do estudo.