Garoto pede panfletos a carteiro para poder ler e ganha livros do mundo todo

Reprodução
Reprodução



Matthew Flores tem 12 anos e só queria poder ler. Por isso, pediu ao carteiro que entregava correspondências em sua rua, em Salt Lake City, nos EUA, para deixar ali algumas propagandas que ele tinha para entregar. Dizia o garoto, seria a única leitura que ele teria acesso.

A história comoveu o carteiro: a criança não poderia ir a uma biblioteca pois sequer tinha dinheiro para o ônibus. A situação crítica da família também impedia, é claro, a compra de livros. Ron Lynch, o carteiro, resolveu então postar a história em seu Facebook e mudou o rumo das coisas para a criança.

“Enquanto entregava cartas neste complexo de apartamentos hoje, vi um garoto lendo propagandas e ele me perguntou se eu teria mais para ele ler. Ele disse que seu desejo era de ter livros e então respondi que a biblioteca tinha vários, mas ele me respondeu que sua família não tinha carro e ele não tinha dinheiro para o ônibus”, postou Lynch.

A história emocionou muitas pessoas, comovidas com o pedido final do carteiro: doações de livros. O que inicialmente seria o recolhimento de 50 exemplares novos para o menino se tornou um viral. Pessoas de todo o mundo enviaram livros para Matthew, que agora terá o que ler por muito tempo. E o melhor: prometeu que conforme acabar os livros, os repassará para outras crianças.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos