Cidade chilena tem matança de cães após bispo pedir sua eliminação

A cidade de Punta Arenas, no sul do Chile, dezenas de cães apareceram mortos após o último fim de semana. Ainda não se sabe a causa das mortes, mas entidades de proteção aos animais denunciam um possível envenenamento em massa, segundo notícia do site Opera Mundi.

O caso acontece após declarações de Dom Bernardo Bastres, bispo local, citando a Bíblia para justificar o assassinato de cachorros. Em artigo no jornal regional Hoy por Hoy na última quarta-feira (09/01), o bispo lembrou de cidades europeias com autonomia para eliminar os cachorros de rua quando eles são um incômodo para a sociedade.

“Deus criou todas as coisas e as colocou à disposição do ser humano, esse é um princípio do Gênese, tudo está ao nosso serviço, e, portanto, também podemos nos desfazer problemas criados pela natureza”, afirmou o religioso em seu artigo. Ele queria que as autoridades chilenas sacrificassem os cães sem donos.

Revoltados com a morte dos cachorros, dezenas de pessoas se reuniram neste domingo (13/01) em frente à catedral da cidade e responsabilizaram o bispo pelo ocorrido. Os manifestantes impediram a realização da missa e informaram que iriam se reunir novamente nesta segunda (14/01) no mesmo local.

Nesta segunda-feira (14/01), Dom Bernardo Bastres negou as acusações de envolvimento com a matança e lamentou as possíveis consequências de suas declarações. "Eu acho que as pessoas que mataram esses animais são pessoas desequilibradas. Não existe espaço dentro de qualquer sistema democrático para o povo fazer a justiça em suas mãos", disse ele.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos