Vi na Internet

Como surgiu o meme Keep Calm and Carry On?

Todo mundo já viu alguma imagem na web com variações da frase Keep Calm and Carry On. O meme tem um tom engraçado, mas a história por trás da frase é bem bacana. O cartaz surgiu na Inglaterra e serviu como mensagem motivacional durante a 2ª Guerra Mundial.

Em meados de 1939, o Ministério de Informação britânico resolveu começar uma campanha para acalmar a população. A ideia é que as pessoas continuassem com suas vidas apesar do conflito: "Keep calm and carry on" (Mantenha a calma e siga em frente). A ideia era imprimir três cartazes que seguissem o mesmo padrão de design: duas cores, uma frase impressa em fonte elegante e um desenho da coroa.

Junto com este primeiro (veja abaixo), outros dois pôsteres foram criados também, o "Fredom is in peril. Defend it with all your might" ("A liberdade está em perigo. Defenda-a com toda a sua força")  e o "Your courage, your cheerfulness, your resolution will bring us victory" (Sua coragem, sua alegria e sua determinação vão nos trazer a vitória").

No entanto a campanha nunca veio à tona: os cartazes foram estocados e nunca foram distribuídos. Após a 2ª Guerra, a maioria foi incinerada. O meme  tomou forma no ano 2000: um casal achou um dos pôsteres no fundo de uma caixa de livros velhos que eles haviam comprado em uma pequena livraria, a Barter Books. Sem saber a origem das imagens, o casal resolveu fazer cópias e vender os cartazes. Em menos de 10 anos, foram vendidos 40 mil deles.

Na internet, a febre começou em  apenas 2007.  O site www.keepcalmandcarryon.com surgiu como um loja online para vender os produtos com o slogan. Mas por que o meme se espalhou tanto? Para o cineasta Temujin Doran, realizador de um documentário sobre o pôster, o segredo é a simplicidade: um conselho sensato, design simples, com uma mensagem universal. (vi no site da RK8)

Veja galeria de sátiras do Keep Calm and Carry On

Carregando...

Sobre Charles Nisz

Charles Nisz é jornalista desde 2001. Já cobriu Economia, Meio Ambiente e Tecnologia, com passagem pela Agência USP de Notícias, jornal DCI, MSN, e UOL. Já foi correspondente internacional do site Opera Mundi. Mestre em Jornalismo pela USP, dá aula sobre Informação e Novas Mídias na ECA/USP e é fascinado pelas novidades que aparecem na internet.

Siga o Yahoo Notícias