Iraquiano compra escravas sexuais do Estado Islâmico para devolvê-las às famílias

image

Foto: YouTube
Um iraquiano de identidade não revelada - por motivos de segurança - está comprando mulheres nos territórios dominados pelo Estado Islâmico. Mas o motivo é nobre: após adquirir essas mulheres (sejam cristãs, muçulmanas ou yezidis), ele as ajuda a encontrar e voltar para as suas famílias, segundo informações do site cristão Shoebat.

Leia também:
20 SEALs que participaram da caçada a Bin Laden estão mortos

Segundo as informações do site, ele está fazendo essa boa ação há alguns meses. Um vídeo filmado em dezembro de 2014, mostra o herói anônimo levando uma jovem yezidi para casa e mostra o reencontro da moça com a família dela. Os familiares não tinham sequer noção de onde estava a moça desde o sequestro pelas forças do Exército Islâmico.

Reportagem do jornal Daily Mail, de novembro de 2014, mostra como é feito esse comércio. Prevista pelo Alcorão na Sura 4:24, a prática é autorizada somente em tempos de guerra. O Daily Mail divulgou a tabela de preços da venda de mulheres: quanto mais jovem a mulher, mais cara: uma criança de menos de 9 anos custa R$ 420. O que você acha da atitude desse iraquiano?

Siga-me no Twitter: @charlesnisz

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos