Loja virtual que mandou cliente “procurar um macho” celebra sucesso nas redes sociais

charles_nisz
charles_nisz
10 de outubro de 2012

Há exatos 30 dias, em 10 de setembro, a loja virtual Visou mandou uma cliente insatisfeita com o serviço "procurar macho". A jornalista Nina Gazire havia comprado um anel no site da empresa e o email de confirmação chegou rápido, mas em dois meses ela ainda não havia recebido o produto.

Ela resolveu reclamar no Facebook da loja. Isso é recomendado pelos analistas de mídia social e costuma dar resultado. Mas a história de Nina não acabou bem. Após a discussão com os dois donos da loja, ela acabou sendo xingada.

Para surpresa geral, a denúncia acabou aumentando a visibilidade do negócio. No dia 20 de setembro, apenas 10 dias depois da polêmica, foi ao ar o novo e reformulado site da Visou. Nesse mesmo intervalo de tempo, as opções "curtir" da página da loja no Facebook subiram de 8.251 para 14.945, um aumento de 81% (dica da Karla Belmonte)