Vi na Internet

Nobel de Economia: vale a pena paquerar, mesmo se as chances são pequenas

O prêmio Nobel de Economia deste ano laureou um estudo feito por dois matemáticos norte-americanos, Lloyd Shapley e Alvin Roth (na foto), sobre escolhas e parcerias. Apesar de ser focado em microeconomia, o estudo pode ser utilizado em decisões do dia a dia: escolher a escola do seu filho, políticas de doação de órgãos e até como escolher a sua namorada.

Segundo os professores, um caso como o do nerd Leonard, da série Big Bang Theory, que conquistou a Penny, sua vizinha linda, não são tão incomuns. E de acordo com a teoria econômica desenvolvida por eles, Leonard tinha mesmo que tentar conquistar a loira apesar das poucas chances de obter sucesso.

Outra conclusão que pode ser obtida a partir da tese ganhadora do prêmio Nobel é a seguinte: não devemos ficar com uma pessoa sabendo que há outra pessoa mais desejada flertando conosco. A explicação é a seguinte.

Homens e mulheres, em igual número, são colocados numa sala. Os homens passam a propor casamento às mulheres. Elas dizem "não" ou "talvez", formando casais provisórios com os homens a quem disseram "talvez". Novas rodadas são feitas, até ninguém termine solteiro e as mulheres podem trocar de parceiro, caso achem outro rapaz mais interessante. Em algum momento, todos estarão satisfeitos com os casais formados. Descobriram a fórmula do amor? (dica do Renato Sanchez)

Foto: Stanford University

Carregando...

Sobre Charles Nisz

Charles Nisz é jornalista desde 2001. Já cobriu Economia, Meio Ambiente e Tecnologia, com passagem pela Agência USP de Notícias, jornal DCI, MSN, e UOL. Já foi correspondente internacional do site Opera Mundi. Mestre em Jornalismo pela USP, dá aula sobre Informação e Novas Mídias na ECA/USP e é fascinado pelas novidades que aparecem na internet.

Siga o Yahoo Notícias