O animal mais mortífero do planeta? Mosquitos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Quando pensamos em animais capazes de ameaçar os seres humanos, a primeira imagem a surgir na cabeça são animais selvagens, certo? Lobos, ursos, tigres e outros animais de grande porte. Bill Gates, fundador da Microsoft, e agora presidente da Fundação Gates (entidade destinada à filantropia e ao financiamento de pesquisas científicas) resolveu pesquisar o assunto e escreveu um post sobre o tema.

Leia também:
Gripe suína matou 15 vezes mais do que se imaginava

"Desde que assisti o filme Tubarão, em 1979, fiquei pensando sobre qual seria o animal mais perigoso para os humanos. Cobras? Tubarões? Humanos? Claro que precisamos definir o que entendemos por perigoso. Mas se o critério é mortes de humanos, a resposta não é nenhuma das citadas acima. Os vencedores são os mosquitos", escreveu Gates em seu blog pessoal.

Tubarões e lobos matam 10 pessoas por ano. Leões e elefantes, mais 100 cada. Já os simpáticos hipopótamos, matam 500 e os crocodilos matam mil pessoas por ano. A coisa fica mais séria quando falamos de parasitas: tênias matam 2 mil pessoas, lombrigas, 2500, esquistossomos outros 2500 e a doença de Chagas mais 10 mil pessoas. 10 mil pessoas também são mortas pela mosca do sono (tsé-tsé) e 25 mil pessoas morrem de raiva, transmitida pelos cães.

Por fim, o pódio dos animais mais perigosos, segundo o levantamento feito por Bill Gates, usando dados da Organização Mundial de Saúde. Cobras matam 50 mil pessoas todo ano no mundo. Humanos matam 475 mil pessoas (um dado vergonhoso, né?). E o campeão em matar humanos são os mosquitos: 725 mil pessoas - mais de 60% das mortes humanas causadas por outros animais.

Por quê isso acontece? Apesar do nome não ser muito atraente (é o diminutivo espanhol para mosca), eles carregam doenças mortais. Só a malária mata 600 mil pessoas todos os anos. Outras 200 milhões de pessoas ficam inativas todo ano por alguns dias por causa da malária. Mosquitos ameaçam metade da população mundial e causam perdas de bilhões de dólares anualmente, ressalta Gates.

Existem 2500 espécies diferentes de mosquito no planeta. Em determinadas épocas do ano, a população mundial de mosquitos só é menor do que o número de cupins e formigas. Em zonas de ocorrência de malária, populações inteiras migram para longe da costa, mais favorável aos mosquitos. Tubarões têm uma semana dedicada a eles na TV. Mosquitos matam 50 MIL vezes mais gente e não recebem tanta atenção. É hora de mudar isso, né?

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos