Sonegômetro vai calcular quanto o país deixa de arrecadar pela sonegação de impostos

charles_nisz

Alguns anos atrás, entidades da indústria e comércio lançaram o "impostômetro", para reclamar da carga tributária brasileira. Nesta quarta (5), será lançado em Brasília, um "sonegômetro", ferramenta para medir quanto o país deixa de arrecadar por conta da sonegação de impostos.

Leia também:
Bigodudos querem redução de impostos nos EUA

Os idealizadores dessa calculadora foram profissionais ligados ao Sindicato dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinprofaz). Na página do "Sonegômetro" na internet, será possível acompanhar em tempo real o quanto o país deixa de arrecadar todos os dias devido a fraudes fiscais.

Inciada em 1o de janeiro de 2013, até o dia 3 de junho, a contagem já tinha ultrapassado a casa dos R$ 130 bilhões (você leu certo). Para efeito de comparação, com esse montante seria possível construir cerca de 121 mil quilômetros de estradas asfaltadas.

Para Allan Nunes, presidente do Sinprofaz, a sonegação de impostos e a alta carga tributária estão diretamente relacionados. Segundo o procurador, se não houvesse sonegação de impostos, a carga tributária passaria dos atuais 33% para 27% do PIB, uma redução de 20%. O que você acha da ideia de fiscalizar quem não paga impostos?