Bloqueado no Twitter, Luciano Hang divulga cadastro para inscrever bolsonaristas como 'fiscais'

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Mesmo com o acesso às redes sociais limitado desde a decisão de Alexandre de Moraes que determinou seu bloqueio, Luciano Hang, dono da Havan, usou sua conta no Twitter para divulgar o movimento da campanha bolsonarista que pede para seus apoiadores se inscreverem como fiscais eleitorais.

Para participar, o eleitor precisa concordar em compartilhar uma série de dados com o partido, conforme apontam os formulários de inscrição.

Hang segue ativo publicando conteúdos ligados às eleições. O bloqueio pode ser driblado com alguns métodos, como a utilização de VPN, que mascara a localização de usuário.

O bloqueio das redes sociais de Hang foi determinado em agosto devido a sua presença em um grupo de WhatsApp com outros empresários bolsonaristas em que se defendeu golpe caso Lula vença a eleição.