BMW, IBM, Mercedes e Panasonic não irão fazer eventos na CES

·2 min de leitura
UKRAINE - 2021/12/23: In this photo illustration, the CES (Consumer Electronics Show) logo is seen on a smartphone screen and in the background. (Photo Illustration by Pavlo Gonchar/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Empresas anunciam que não estarão em eventos presenciais na CES (Consumer Electronics Show), em Las Vegas. (Photo Illustration by Pavlo Gonchar/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
  • Empresas anunciam que não estarão presentes na Costumer Electronics Show;

  • Evento é realizado em Las Vegas, nos Estados Unidos;

  • De acordo com presidente da conferência, "CES irá continuar";

A BMW anunciou que não vai mais aparecer pessoalmente em eventos de mídia na Costumer Electronic Show (CES) de 2022, a gigante feira de eletrônicos que normalmente acontece em todos os meses de janeiro em Las Vegas, atraindo mais de 100 mil participantes por ano de todo o mundo, segundo informações veiculadas no portal The Verge.

Leia também:

De acordo com informações do portal, diversas empresas anunciaram desistência de aparições presenciais, entre elas, com anúncios da Intel, AMD, GM, Google, T-Mobile, Amazon, Meta, Waymo e um grande número de publicações de tecnologia, que anunciaram a desistência por conta dos casos de COVID-19 nos EUA.

Empresas apresentam declarações de que não estarão na CES

A BMW apresentou uma declaração oficial de que não estará presencialmente na conferência: “Por precaução, a BMW mudará todas as atividades de mídia planejadas na CES para um programa totalmente online da Alemanha em 5 de janeiro”, declarou. A montadora alemã foi a mais recente a anunciar desistência, e nesta semana, a IBM anunciou que abrirá mão das aparições presenciais. 

Em um comunicado, um porta-voz da IBM disse: “Devido à evolução das condições do COVID - e por muita cautela - a IBM decidiu recentemente não participar no local em Las Vegas este ano. Ainda estamos ansiosos para participar virtualmente”, declarou. Na quarta-feira, a CNET informou que a fabricante de automóveis alemã Mercedes-Benz também não fará evento presencial, enquanto o portal Mashable diz que a Panasonic, que geralmente tem um grande salão central, está mudando para uma exibição virtual, mas com equipe no local”, citou.

Por outro lado, na última quinta-feira, LG, Sony e Samsung disseram ao portal The Verge que ainda planejavam comparecer presidencialmente à conferência. O presidente e CEO da CTA, Gary Shapiro, publicou um artigo de opinião sobre a conferência no Las Vegas Review-Journal que diz, entre outras coisas, “A CES 2022 vai começar 2022 de uma forma confusa, mas será repleta de inovações e cheia de empreendedores e negócios. Todos estaremos correndo riscos. Mas sem risco não há inovação”, completou.

(Com informações do portal The Verge)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos