BNDES altera audiência sobre privatização da Eletrobras para janeiro

·1 min de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A data da audiência pública do processo de desestatização da Eletrobras foi alterada, passando do dia 22 de dezembro para 5 de janeiro, conforme aviso do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) publicado no Diário Oficial da União.

A informação foi publicada em comunicado da Eletrobras ao mercado nesta segunda-feira.

O governo manteve a previsão de realizar a capitalização da Eletrobras antes de junho de 2022, apoiado em decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) que permitiu a continuidade dos estudos para a privatização ainda que alguns ministros do TCU tenham feito ressalvas.

O TCU decidiu acatar o pedido de vistas do ministro Vital do Rêgo sobre o processo de privatização da Eletrobras, e a análise do caso ficará para 2022.

Na noite de sexta-feira, a Eletrobras lançou seu novo plano diretor de negócios e gestão, referente ao período de 2022 a 2026, que inclui a capitalização da empresa, no âmbito da privatização da companhia.

O plano prevê um investimentos de 48,3 bilhões de reais, um aumento de quase 90% em relação ao plano anterior, que, excluindo Angra 3, previa um investimento de 25,8 bilhões de reais.

(Por Gabriel Araujo e Roberto Samora)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos