Boa de cama: dormir melhor pode ser o que você precisa para apimentar a relação

Durma — e faça mais sexo — enquanto eles trabalham (Foto: Getty Images)
Durma — e faça mais sexo — enquanto eles trabalham (Foto: Getty Images)

Você provavelmente já ouviu que é enquanto não estamos acordados que ocorrem as principais funções restauradoras no organismo. Mas sabia que o tempo e a qualidade do sono também influenciam — e muito! — no desempenho sexual?

A primeira associação, e talvez a mais óbvia, é que dormir de 7 a 9 horas por noite é essencial para recarregar as energias e, consequentemente, ter mais fôlego na hora H. "Estudos também sugerem benefícios à criatividade e à autoconfiança, dois fatores que ajudam a tirar a relação da monotonia e a nos sentirmos mais livres, confortáveis com nossa aparência durante sexo", diz Verena Senn, neurobióloga e chefe de pesquisa do sono da Emma – The Sleep Company.

Relaxar e se conectar com o parceiro também se torna mais fácil, assim como o desejo sexual aumenta. Por quê? Com o tempo na cama em dia, hormônios como o cortisol e a testosterona tendem a permanecer em bons níveis. "O ideal é ir dormir até 23h, em um ambiente totalmente silencioso e escuro para favorecer a produção de melatonina e sua ação restauradora", aconselha Ítalo Rachid, ginecologista especializado em Ciências da Longevidade Humana, em entrevista ao Yahoo.

"O sono contribui ainda para o equilíbrio do sistema nervoso autônomo, o que aumenta consideravelmente a probabilidade de atingir o orgasmo", destaca Senn. Mas, atenção: é fundamental rever outros hábitos importantes para a saúde e o bem-estar, como a alimentação e a prática de atividades físicas. Além disso, pense no descanso como um ritual que começa, pior exemplo, evitando refeições muito pesadas à noite e desligando o celular, a televisão e outros dispositivos eletrônicos cerca de duas horas antes de apagar as luzes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos