"Boas palavras" não são suficientes, agência atômica da ONU espera transparência do Irã

Diretor-geral da AIEA, Rafael Grossi

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - O diretor da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), vinculada à Organização das Nações Unidas (ONU), afirmou nesta terça-feira que "boas palavras" do Irã não são suficientes para satisfazer os inspetores internacionais e que espera que o governo iraniano esteja pronto para ser transparente sobre seu programa nuclear, que está "avançando muito, muito rapidamente".

O diretor da AIEA, Rafael Grossi, falou ao ser perguntado sobre o papel da agência no monitoramento da retomada do acordo nuclear de 2015 com potências globais, sob o qual Teerã conteve seu programa nuclear em troca do alívio em sanções econômicas.

O Irã e os Estados Unidos até agora não conseguiram ressuscitar o acordo e Grossi disse que Teerã precisa conceder acesso "proporcional ao tamanho" de seu programa de enriquecimento de urânio aos inspetores da AIEA, para que a agência possa com credibilidade garantir que ele é pacífico.

"Quando falamos de energia nuclear, apenas boas palavras não bastam. O que você precisa fazer é ser transparente e trabalhar conosco. Estamos prontos e espero que eles também estejam", disse Grossi a jornalistas na ONU.

"Eles têm um programa muito ambicioso que precisa ser verificado de maneira apropriada. O programa está avançando muito, muito rapidamente e não apenas para a frente, mas também para os lados, pois está crescendo em ambição e em capacidade."

O então presidente norte-americano, Donald Trump, renegou o acordo em 2018, retomando duras sanções dos EUA desenvolvidas para afetar as exportações de petróleo do Irã e levando Teerã a abandonar as limitações do acordo cerca de um ano depois.

Na segunda-feira, o diretor da organização de energia nuclear do Irã disse que teria capacidade técnica para produzir uma bomba atômica, mas que não há intenção para isso.

(Reportagem de Michelle Nichols na Organização das Nações Unidas e de Arshad Mohammed em Saint Paul, Minnessota)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos