Boca oferece última proposta para renovar com Rossi, alvo do Flamengo, diz jornal

O Boca Juniors ainda não desistiu de manter o goleiro Rossi, titular da posição desde 2021. De acordo com o jornal argentino TyC Sports, o clube se mexeu e fez uma nova oferta de renovação, que parece ser o último esforço, para tentar sua permanência. O jogador de 27 anos é um dos alvos do Flamengo para a temporada de 2023.

Segundo o portal, os Xeneizes ofereceram o mesmo valor salarial que já foi proposto em outras conversas. No entanto, a diferença é que o atleta ficaria com 45% dos direitos de uma futura venda e a multa para rescisão contratual, que era de 18 milhões de dólares (cerca de R$ 96 milhões, na cotação atual), cairia para cinco milhões. A última era o principal pedido de Rossi.

Rossi e seus representantes, que ainda analisam a proposta, ainda não deram uma resposta final ao Boca Juniors. O goleiro foi titular em um amistoso realizado na cidade de San Juan, na Argentina, entre Boca e Independiente. Ele atuou 45 minutos e a partida terminou 0 a 0.

Vale ressaltar que na última sexta-feira, o vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, e o diretor executivo do clube, Bruno Spindel, viajaram para a Argentina com a estratégia de negociar com o Boca Juniors sobre Agustín Rossi. O clube carioca prioriza a vinda de um goleiro, após a saída de Diego Alves e mediante as negociações de Hugo Souza com o Visel Kobe, do Japão.

Recentemente um grupo de torcedores do Flamengo se revoltaram com a possível vinda de Rossi. O motivo é o passado conturbado do goleiroi, que foi acusado de agredir e ameaçar de morte a ex-namorada, o que, inclusive, causou a desistência de sua contratação pelo time Minnesota United, da MLS, em 2019.

Rossi, de 27 anos, defende o Boca Juniors desde 2017. Na última temporada, sofreu 35 gols em 46 jogos disputados. Ele já passou também por Chacarita, Estudiantes, Defensa y Justicia e Lanús, da Argentina, e Antofagasta, do Chile.