Bolívia se recompõe

Após três semanas de violentos protestos a Bolívia tenta voltar à normalidade, mas muitos criticam o processo de sucessão que colocou a senadora Jeanine Añez na Presidência interina.