Bolas autografadas por Pelé são leiloadas por até R$ 30 mil

Réplicas de bolas da Copa de 1966 são vendidas por 4,5 mil libras em leilões online.
Réplicas de bolas da Copa de 1966 são vendidas por 4,5 mil libras em leilões online. Foto: (Tommaso Boddi/Getty Images)

Itens de coleção fazem parte do imaginário de todo torcedor de futebol que se interessa pelo esporte, ainda mais quando se trata do maior jogador de todos os tempos. Réplicas das bolas da Copa do Mundo de 1966, que contam com o autógrafo de Pelé, chegam a ser vendidas por quase R$ 30 mil em sites de leilões virtuais. Em um dos renomados sites da Inglaterra, o artigo de coleção foi vendido por mais de 4,5 mil libras, cerca de R$ 29,5 mil na cotação atual.

Já a famosa 'bola do gol mil', a mais importante da carreira de Pelé, já foi leiloada algumas vezes, sempre tendo seu valor aumentado. Em 2005, Roberto Justus arrematou o item por 22,4 mil dólares, à época, a cotação equivalia a R$ 60 mil. Em 2016, após outros leilões feitos com a mesma, ela foi vendida por 60 mil dólares, o que, no câmbio atual, ultrapassaria os R$ 300 mil.

Leia também:

Neto detona Kaká por ausência em velório: "recebeu a Bola de Ouro dele"

Ainda indignado com as ausências de grandes jogadores do futebol brasileiro tanto no velório quanto no cortejo do caixão de Pelé, o comentarista e apresentador Neto fez duras críticas a Kaká, integrante do elenco pentacampeão mundial em 2002, que não esteve em Santos para a despedida do Rei do Futebol.

Em um tweet publicado em seu perfil oficial, Neto citou indiretamente Kaká, dizendo que o ex-jogador, que recebeu o prêmio de melhor do mundo no ano de 2007 das mãos de Pelé, não apareceu na cidade: "Pelé dava moral e ficava feliz com as conquistas de muitos aí, que não jogaram 5% do que ele jogou. Tem jogador que recebeu Bola de Ouro das mãos dele e não apareceu pra se despedir. VERGONHA!".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Neto, no Os Donos da Bola, ainda usou uma polêmica frase de Kaká, dita durante o período da Copa do Mundo, para, diretamente, criticá-lo: "Para você, Kaká, que disse que esse país não tem a história e a inteligência de reverenciar os seus ídolos. Você foi no velório, você foi no cortejo? Não."