Bolsa avança, após reação negativa à reforma tributária. Dólar sobe

·2 minuto de leitura

RIO — O dólar operava em alta ante o real no início desta segunda-feira, acompanhando o movimento da divisa no exterior. No cenário interno, os investidores devem continuar acompanhando os desdobramentos das discussões sobre a reforma tributária, que azedou os negócios na sexta-feira.

Por volta de 10h30, a moeda americana era negociada a R$ 4,94, alta de 0,07%. No mesmo horário, o índice Ibovespa ensaiava uma recuperação, depois de cair quase 2% na sexta-feira, subindo 0,57%, aos 127.976 pontos.

Na cena doméstica, os agentes de mercado também observam os possíveis desdobramentos negativos das denúncias sobre a compra de vacinas, feitas durante a CPI da Covid-19, para o governo.

A Comissão vinha passando desapercebida pelo mercado local nas últimas semanas, mas deve ficar no radar nos próximos dias.

“Acredito que a Reforma Tributária não seja um risco estrutural ao mercado. Alguns termos irão mudar e os preços se ajustar pontualmente; a CPI da Pandemia é um constrangimento ao governo, mas não deve mudar a situação política”, escreveu o CIO da Tag Investimentos, Dan Kawa, em blog.

Ações

Entre as ações, as ordinárias da Petrobras (PETR3, com direito a voto) subiam 0,24% e as preferenciais (PETR4, sem direito a voto) subiam 0,27%.

As ordinárias da Vale (VALE3) subiam 0,77% e as das Siderúrgica Nacional (CSN3), 0,53%. As preferenciais da Usiminas (USIM5) tinham alta de 1,59%. O movimento é influenciado pela alta do preço do minério de ferro negociado no exterior.

Boletim Focus: mais inflação

O Boletim Focus, relatório semanal com as expectativas de agentes de mercado divulgadas pelo Banco Central (BC), mostrou que as projeções de inflação para este ano voltaram a subir.

A estimativa de IPCA para o fim de 2021 subiu de 5,90% para 5,97%. O número é bem acima do teto da meta do governo, que é de 5,25%. Para o término de 2022, a taxa permaneceu inalterada em 3,78%.

A expectativa para o crescimento do PIB subiu para 5,05% ante 5% do relatório anterior. Para 2022, houve ligeira alta de 2,10% para 2,11%.

Bolsas no exterior

Na Europa, as bolsas operavam com sinais contrários. Por volta de 10h30, no horário de Brasília, a Bolsa de Londres cedia 0,28%. Em Frankfurt, havia alta de 0,21% e, em Paris, baixa de 0,22%.

As bolsas asiáticas fecharam em queda. O índice Nikkei, da Bolsa de Tóquio, caiu 0,06% e, na China, houve baixa de 0,03%.

A Bolsa de Hong Kong não abriu devido a um alerta de tempestade na cidade.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos