Bolsa cai e dólar opera estável, com dados de serviço fracos e balanços no radar

·3 min de leitura

RIO — A Bolsa cai enquanto o dolar opera próximo à estabilidade no início desta sexta-feira. Os investidores repercutem dados decepcionantes do setor de serviços, que fecham uma semana de divulgação de vários indicadores importantes, além de novos balanços corporativos do terceiro trimestre.

Por volta de 10h35, o Ibovespa tinha queda de 0,34%, aos 107.229 pontos. No mesmo horário, a moeda americana tinha leva alta de 0,03% negociada a R$ 5,4058.

Apesar da queda no pregão, o principal índice da B3 caminha para fechar a semana no azul.

Até o fechamento desta quinta, o Ibovespa acumulava alta de 2,64%, ainda que o acumulado do ano apresente queda de 9,60%.

O relativo alívio gerado pela aprovação na Câmara da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios ajudou o mercado local.

Os balanços corporativos positivos de várias empresas e a solução momentânea para as dívidas da Evergrande também colaboraram, mesmo com resultados ruins, como o do IPCA de outubro e das vendas do comércio em setembro.

Serviços decepcionam

Segundo dados divulgados pelo IBGE, os serviços recuaram 0,6% em setembro após cinco meses seguidos de alta, na comparação com agosto

Os números vieram abaixo das expectativas do mercado. Com o resultado, o setor ainda ficou 3,7% acima do patamar pré-pandemia.

Os serviços vinham crescendo ao ritmo de 1% ao mês ou mais, entre abril e julho, mas em agosto deu sinais de desaceleração.

Quem puxou a queda foi o setor de transportes, afetado pelo aumento dos preços dos combustíveis, isso em um cenário de inflação e desemprego elevados.

Ações

Entre as ações, as ordinárias da Petrobras (PETR3, com direito a voto) cediam 0,26% e as preferenciais (PETR4, sem direito a voto), 0,57%.

As ordinárias da Vale (VALE3) caíam 0,69% e as da Siderúrgica Nacional (CSNA3), 1,41%.

As preferenciais da Usiminas (USIM5) cediam 0,45%.

No setor financeiro, as preferenciais do Itaú (ITUB4) e do Bradesco (BBDC4) tinham altas de 1,21% e 1,12%, respectivamente.

Americanas sobre, enquanto Magazine Luiza cai

Assim como na quinta-feira, os balanços corporativos voltavam a ditar o ritmo das maiores altas e quedas na Bolsa.

Na ponta positiva, os papéis PN das Lojas Americanas (LAME4) subiam 6,73% e os ON (AMER3), 9,48%.

A empresa registrou lucro atribuído aos controladores de R$ 240,5 milhões no terceiro trimestre, revertendo o prejuízo de R$ 43,8 milhões do mesmo período do ano passado.

Já os papéis ON da Magazine Luíza (MGLU3) cediam 8,72%.

A varejista teve queda no lucro do terceiro trimestre, uma vez que a desaceleração das vendas após um pico durante os primeiros meses da pandemia e maiores gastos com marketing pesaram na margem da varejista.

A companhia anunciou lucro ajustado de R$ 22,6 milhões, quase 90% de queda ante os R$ 215,9 milhões reportados um ano antes.

As vendas totais, incluindo lojas físicas, e-commerce com estoque próprio e marketplace (3P) cresceram 12% ano a ano, para R$ 13,8 bilhões, com impulso do e-commerce, que avançou 22%, e redução de 8% nas lojas físicas. No ano passado, o comércio eletrônico da companhia tivera um salto de 148%.

Ainda reagindo a balanços, os papéis ON do Grupo Natura (NTCO3) cediam 10%. A empresa registrou lucro liquido de R$ 272,9 milhões, uma queda de 28,5% na comparação com mesmo período do ano anterior.

Os papéis do Soma (SOMA3) subiam 6,98%. O Grupo, controlador de marcas como Animale e Farm, e que adquiriu a Hering neste ano, registrou lucro líquido de R$ 173,8 milhões no terceiro trimestre deste ano, revertendo o prejuízo de R$ 33,4 milhões no mesmo período de 2020.

Bolsas no exterior

Na Europa, as bolsas operam com direções contrárias. Por volta de 10h35, no horário de Brasília, a Bolsa de Londres cedia 0,35% e a de Frankfurt, subia 0,14%. A Bolsa de Paris avançava 0,32%.

As bolsas asiáticas fecharam com altas. O índice Nikkei, da Bolsa de Tóquio, subiu 1%. Em Hong Kong e na China, ocorreram avanços de 0,18% e 0,23%, respectivamente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos