Bolsa e dólar caem, com votação de PEC dos precatórios e ata do BC americano no foco

·2 min de leitura

RIO — A Bolsa cai enquanto o dólar se desvaloriza ante o real no início desta quarta-feira. Na cena interna, o mercado acompanha a votação do relatório da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, enquanto aguarda pela divulgação da ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve, Banco Central americano.

Por volta de 10h30, o Ibovespa cedia 0,32%, aos 103.327 pontos. No mesmo horário, a moeda americana era negociada a R$ 5,593,2 queda de 0,27%.

Sobre a PEC, o relator da proposta, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), distribuiu na terça-feira um resumo dos ajustes que fará no texto que veio da Câmara.

Entre as principais das sete mudanças, estão o fato do Auxílio Brasil passar a ser permanente, e não pago somente até dezembro de 2022, e a não indicação de um fonte compensatória fiscal.

No exterior, o momento mais aguardado é a divulgação da ata da última reunião do Fed, quando foi anunciado o processo de retirada de estímulos, o “tapering”.

O documento pode dar sinalizações sobre quando virá a alta de juros. Após a manutenção do presidente do banco, Jerome Powell, anunciada na segunda-feira, os rendimentos dos títulos do Tesouro americano apresentam forte alta, já precificando uma alta das taxas.

Na véspera do feriado de Ação de Graças nos Estados Unidos, ainda ocorre a divulgação de dados de inflação e da segunda leitura preliminar do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre.

“Esperamos uma abertura de viés neutro/positivo para ativos de risco locais, que terão seus desempenhos condicionados à agenda econômica externa e aos desenvolvimentos na CCJ do Senado ao longo desta quarta-feira”, escreveram analistas da Guide Investimentos, em nota matinal.

Ações

Entre as ações, as ordinárias da Petrobras (PETR3, com direito a voto) cediam 0,21% e as preferenciais (PETR4, sem direito a voto) subiam 0,04%.

As ordinárias da Vale (VALE3) tinham alta de 0,99% e as da Siderúrgica Nacional (CSNA3) queda de 0,31%.

As preferenciais da Usiminas (USIM5) avançavam 1,29%.

No setor financeiro, as preferenciais do Itaú (ITUB4) e do Bradesco (BBDC4) cediam 0,22% e 0,15%, respectivamente.

Bolsas no exterior

Na Europa, as bolsas operavam mistas. Por volta de 10h30, no horário de Brasília, a Bolsa de Londres subia 0,11% e a de Frankfurt cedia 0,67%. Em Paris, ocorria queda de 0,30%.

As bolsas asiáticas fecharam com direções contrárias. O índice Nikkei, da Bolsa de Tóquio, cedeu 1,58%. Em Hong Kong e na China, ocorreram quedas de 0,14% e 0,10%, respectivamente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos