Bolsa de gel: entenda técnica usada no tornozelo de Messi

Após o craque da Argentina, Lionel Messi, aparecer com o tornozelo inchado nesta segunda-feira (21), a imagem rapidamente viralizou e causou preocupação. Às vésperas de sua estreia na Copa do Mundo, o jogador garantiu que está bem fisicamente. O suposto inchaço, na verdade, trata-se de um tratamento com uma bolsa de gel congelado para recuperação de uma lesão.

Como funciona a bolsa de gel

A bolsa de gel é uma prática popular no Brasil que auxilia o tratamento de lesões. O instrumento é considerado eficaz em terapias que utilizam as propriedades das temperaturas, por isso pode ser aplicada fria ou quente. Essa técnica alivia sinais inflamatórios, além de tratar as lesões e dores musculares.

Leia também:

Apesar de trazer benefícios, a técnica não deve ser feita por períodos muito longos. O indicado é que a aplicação aconteça por cerca de 20 minutos. Com intervalo de pelo menos duas horas, deve ser feita em média 5 vezes ao dia.

Qual a bolsa de gel usada por Messi

No caso de Messi, o método escolhido usa as propriedades de temperaturas mais baixas. A técnica tem efeito anestésico, porque reduz o fluxo sanguíneo na região e contribui com a redução de inchaço.

Última Copa de Lionel Messi

O astro argentino Lionel Messi reafirmou nesta segunda-feira, véspera da estreia da 'Albiceleste' contra a Arábia Saudita, que a Copa do Catar será sua última, para a qual chega com 35 anos e com vontade de "desfrutar".

"Com certeza é meu último Mundial, minha última oportunidade de conseguir esse grande sonho que todos nós temos, mas não fiz nada de especial", disse Messi em entrevista coletiva em Doha.