Bolsa tem alta de 2,03% e zera perdas da semana após inflação abaixo do esperado

·5 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP: Painéis de indicadores econômicos na sede da Bolsa de Valores de São Paulo. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP: Painéis de indicadores econômicos na sede da Bolsa de Valores de São Paulo. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Bolsa de Valores brasileira fechou em alta nesta sexta-feira (8), dia marcado pela divulgação de dados econômicos majoritariamente ruins, mas que foram lidos como favoráveis ao mercado de ações doméstico.

O Ibovespa, índice de referência da Bolsa, subiu 2,03%, a 112.833 pontos. No acumulado semanal, houve leve baixa de 0,06%. O dólar ficou praticamente estável, com alta de 0,01%, a R$ 5,5160. Na semana, porém, a valorização da moeda americana foi de 2,8%.

O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que mede a inflação oficial, subiu 1,16% em setembro. É a maior alta para o mês desde o avanço de 1,53% no início do Plano Real, em 1994. Em 12 meses, a alta de preços é de 10,25%. As principais estimativas apontavam, porém, para altas maiores, de 1,25% no mês e de 10,35% em um ano.

"A inflação veio com alta relevante, mas menor do que o consenso esperava, e o mercado acabou fazendo uma leitura positiva", diz Jennie Li, estrategista de ações da XP.

A inflação um pouco abaixo do previsto reduziu a expectativa de ganhos com investimentos de renda fixa, uma vez que a pressão sobre os juros ficou um pouco menor, e favoreceu a renda variável.

"Isso impulsiona as empresas do setor doméstico, as quais passam por um processo de short squeeze [rápido ganho de valor em ações com pouca oferta], como o caso da Cielo", diz Rafael Ribeiro, analista da Clear Corretora. Os papéis da Cielo mencionados por Ribeiro subiram 14,29%.

Ainda no noticiário doméstico, a Petrobras anunciou nesta sexta (8) aumentos de 7,2% nos preços da gasolina e do gás de cozinha em suas refinarias. A decisão, apesar de aumentar a pressão sobre a inflação, beneficia a ações da estatal, segundo Romero Oliveira, head de renda variável da Valor Investimentos.

Os papéis preferenciais da empresa (PETR4) subiram 1,82%. "As ações da Petrobras contribuem [com a alta da Bolsa]", diz Oliveira.

O petróleo já acumula uma alta de quase 60% neste ano e, com isso, investidores observam com apreensão os movimentos do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em direção a intervenções na política de preços da companhia. O temor é dissipado quando ocorrem reajustes, mesmo que sejam insuficientes para compensar a alta da commodity.

Nesta sexta, o barril do petróleo Brent subiu 0,63%, a US$ 82,47 (R$ 454,27). Somente nesta semana foram quatro altas e um ganho de 4%.

Setores de varejo, infraestrutura e bancário também apresentaram ganhos, com destaque para as altas da Ecorodovias (8,82%), Magazine Luiza (6,70%), Iguatemi (6,62%) e Banco Pan (6,07%).

Nos Estados Unidos, o Departamento do Trabalho informou em seu relatório de empregos que foram criados 194 mil postos de trabalho fora do setor agrícola no mês passado, bem menos que a previsão da pesquisa da agência Reuters, que estimava a abertura de 500 mil vagas.

O dado ruim sobre o emprego nos EUA foi considerado positivo aos mercados acionários emergentes, como o do Brasil, pois afasta momentaneamente a expectativa de antecipação da elevação dos juros básicos do país, segundo Jennie Li, da XP.

A elevação dos juros nos Estados Unidos retiraria investimentos dos mercados de risco, sobretudo dos emergentes, já que tornaria os títulos da dívida do Tesouro americano mais atraentes.

Nas últimas semanas, o Fed (Federal Reserve, o banco central americano) intensificou os debates sobre a necessidade em iniciar em 2022 a elevação dos juros básicos para conter a inflação gerada pela escassez global de energia e de mercadorias.

O crescimento lento do emprego também pode estimular o Fed a adiar o já previsto início da redução gradual da sua compra mensal de ativos, o que no jargão do setor é chamado de "tapering". "Esse número fraco não pressiona o Fed a ter que reduzir [o estímulo] mais cedo. Pode ser agora em dezembro, em vez de novembro, mas isso provavelmente não fará muita diferença e o tapering ainda deve ocorrer no final deste ano", disse Ryan Detrick, estrategista-chefe de mercado da LPL Financial.

Russell Price, economista-chefe da Ameriprise Financial Services, destacou, no entanto, que a fraqueza dos dados sobre o desemprego esconde "um mercado de trabalho muito mais forte do que estamos vendo atualmente", disse.

Na China, autoridades ordenaram que as duas principais regiões produtoras de carvão do país adotem medidas para ampliar imediatamente sua capacidade de produção. A China enfrenta sua pior crise energética e escassez de carvão em anos, o que tem levado a racionamentos de energia, prejudicando a produção industrial.

Com a decisão, o minério de ferro atingiu a cotação máxima do mês no fraco dia de comércio desta sexta-feira, após feriado de uma semana no país. Investidores estão otimistas com as perspectivas de demanda pelo material da maior produtora de aço do mundo.

A escassez de eletricidade aumentou a preocupação de paralisação dos fornos elétricos que produzem aço a partir de sucata, o que desviaria essa produção para os fornos utilizados para a produção da liga metálica a partir do minério de ferro.

O preço de referência do minério de ferro com teor de 62% de pureza subiu 3,14%, a US$ 120 (US$ 661) a tonelada. As ações da Vale (VALE3), cuja produção de minério de ferro em grande parte destinada ao mercado chinês, subiram 0,62%%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos