Bolsonarista aciona conselho de Ética após ser acusado de agressão por Arthur do Val

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 18.03.2019 - O deputado estadual bolsonarista Gil Diniz. (Foto: Jardiel Carvalho/Folhapress)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Gil Diniz
    Carteiro e político brasileiro

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O deputado estadual Gil Diniz (sem partido) também acionou o Conselho de Ética da Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) contra o colega Arthur do Val (Patriota), após discussão durante a votação sobre o passaporte da vacina

Os dois trocam acusações sobre a tentativa de Diniz de evitar que Arthur filmasse manifestantes antivacina na galeria da Alesp na quinta-feira (16). 

Enquanto o deputado do Patriota acusa o colega de agressão, Diniz afirma na representação que Arthur perturbou os trabalhos e incitou a violência no plenário. 

"É evidente que o deputado, ao praticá-los, abusou das prerrogativas e imunidades parlamentares, quebrando repetidas e reiteradas vezes o decoro que se nos impõe e o Código de Ética que nos rege", diz trecho da representação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos