Bolsonarista Oswaldo Eustáquio se filia ao PMN e lança pré-candidatura ao Senado

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O bolsonarista Oswaldo Eustáquio se filiou ao PMN na quinta-feira (11), lançou sua pré-candidatura ao Senado por São Paulo e convidou o ex-ministro da Educação Abraham Weintraub para ser o candidato ao governo pelo partido.

"A minha presença é para tornar o PMN a casa para os conservadores de São Paulo", disse Eustáquio em vídeo gravado durante a assinatura da filiação.

O bolsonarista é investigado nos inquéritos das fake news e das milícias digitais e chegou a ser preso pela Polícia Federal por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do STF. Antes do PMN, ele se filiou ao PTB, mas foi expulso do partido após uma briga com aliados de Roberto Jefferson.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos