Bolsonarista que agrediu policiais em bloqueio foi preso por tentativa de homicídio

Bolsonaristas realizaram bloqueio em diversas vias do estado de Santa Catarina - Foto: ANDERSON COELHO/AFP via Getty Images
Bolsonaristas realizaram bloqueio em diversas vias do estado de Santa Catarina - Foto: ANDERSON COELHO/AFP via Getty Images

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), informou que o manifestante bolsonarista, de 37 anos, que foi identificado e preso por agredir policiais em um bloqueio durante atos antidemocráticos em Santa Catarina foi detido em flagrante por tentativa de homicídio, resistência, desobediência e por impedir o tráfego de transporte rodoviário.

O caso ocorreu na segunda-feira (7) na BR-470 em Rio do Sul, no Vale do Itajaí. Ainda na manhã desta terça-feira (8), o homem seguia detido em Itajaí aguardando audiência de custódia.

Na ocasião, dois agentes da PRF ficaram feridos depois de serem atingidos por cadeiras de plástico, churrasqueira portátil e barra de ferro.

Os atos de violências, aconteceram após um trecho da rodovia que era bloqueado por manifestantes ter sido desobstruído pelas autoridades.

De acordo com a PRF, o homem foi preso em flagrante delito "com prova material em vídeo".

O manifestante, não teve a identidade revelada e o caso segue na Polícia Federal (PF), já que o crime ocorreu contra servidores federais.

Ainda segundo a PRF, os policiais buscavam identificar pessoas que desobedeceram a ordem de não bloquear a rodovia quando começaram a ser agredidos.

Segundo a corporação, foi necessário o uso de spray de pimenta. A partir daí, várias pessoas começaram a jogar cadeiras e outros objetos em direção às forças de segurança.

O chefe de Comunicação da PRF em Santa Catarina, Adriano Fiamoncini disse que policiais tiveram lesões leves,

"Não fosse o capacete, o policial poderia ter sofrido sérios ferimentos no crânio", afirmou Adriano Fiamoncini.