Bolsonaristas bloqueiam Marginal Tietê, em São Paulo, com fogo em pneus

Ação acontece um dia após os atos terroristas na sede dos Três Poderes, em Brasília, neste domingo (8).

Bolsonaristas queimam pneus e bloqueiam Marginal Tietê, em São Paulo - Foto: Reprodução/Redes Sociais
Bolsonaristas queimam pneus e bloqueiam Marginal Tietê, em São Paulo - Foto: Reprodução/Redes Sociais

Golpistas, apoiadores radicais do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), bloquearam na manhã desta segunda-feira (9), a Marginal Tietê, uma das principais vias da cidade de São Paulo, com fogo e pneus. Na sequência, a Polícia Militar desbloqueou a via.

A ação, que impede a passagem de veículos, acontece um dia após os atos terroristas na sede dos Três Poderes, em Brasília, neste domingo (8).

Os bolsonaristas atearam fogo em entulhos e pneus para impedir a circulação de veículos.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Segundo o site UOL, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) informou que a manifestação acontece na altura da Ponte dos Remédios.

O trecho interditado atrapalha quem chega da rodovia Castelo Branco, que liga a capital ao interior, e quem vem da Marginal Pinheiros, sentido Ayrton Senna.

Nas redes sociais vários vídeos foram publicados mostrando o trânsito na região e carros tentando fugir do bloqueio na contramão.

Manifestações bolsonaristas bloqueiam as pistas principais da BR-101 no município de Itajaí, em Santa Catarina. Os atos começaram após os atos golpistas em Brasília na tarde de domingo (8).

Outro bloqueio

Em Itajaí, Litoral Norte de Santa Catarina, o sentido Sul da rodovia BR-101, na altura do km 117, foi totalmente bloqueado por manifestantes contra o governo Lula (PT) neste domingo (8).

De acordo com a concessionária Arteris, responsável por administrar o trecho, a via principal no km 117 ficou interditada nos dois sentidos. Houve lentidão nos dois sentidos da rodovia. Pneus foram queimados para impedir a passagem de veículos.

As obstruções em rodovias catarinenses foram comuns durante atos bolsonaristas realizados após o segundo turno das eleições, em novembro.

O fogo foi controlado por equipes do Corpo de Bombeiros, com o apoio da PM (Polícia Militar) e PRF (Polícia Rodoviária Federal). Por volta das 18h55, o fluxo foi normalizado no local.

O ato aconteceu após a invasão ao Congresso Nacional, STF (Supremo Tribunal Federal) e Palácio do Planalto, em Brasília, neste domingo (8). Os manifestantes quebraram o mobiliário e estrutura dos três locais.