Bolsonaristas celebram votos no exterior, mas nº é menor que estado do TO

Resultado da apuração completa no exterior, assim como no Brasil, será divulgado pelo TSE após às 17h (Getty Images)
Resultado da apuração completa no exterior, assim como no Brasil, será divulgado pelo TSE após às 17h

(Getty Images)

  • Número de brasileiros aptos a votar no exterior é de 697 milhões;

  • Quantidade é inferior ao número de eleitores no Tocantins, 4º menor colégio eleitoral do Brasil;

  • No Twitter, bolsonaristas celebram resultados falsos.

Apoiadores de Jair Bolsonaro (PL) comemoraram nas redes sociais supostos bons resultados do atual presidente entre os brasileiros que votaram no exterior. No entanto, o número de aptos a participar do pleito em outros países é inferior à quantidade de eleitores no Tocantins, quarto menor colégio eleitoral do Brasil.

Segundo dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), 697.078 eleitores podem votar fora do Brasil para presidente neste ano - número 39,21% superior em relação a 2018. Até às 12h deste domingo (2), a eleição já havia acabado países da Ásia, Europa e Oceania.

O número, no entanto, não é tão significativo quanto comparado aos mais de 156 milhões de eleitores que estão no Brasil e é menor que os 1.094.003 eleitores em Tocantins. Os colégios eleitorais menores que o deste estado ficam em Roraima (366.240 eleitores), Amapá (550.687) e Acre (588.433).

No Twitter, os bolsonaristas subiram a hashtag "Bolsonaro 17890" e celebraram supostos números positivos na França, Alemanha e Portugal. “É melhor JAIR se acostumando”, disseram alguns internautas. “A esquerda tá se rasgando com esses números”, publicou outro. O número que acompanha a hashtag seria a soma de votos que o presidente recebeu nesses três países.

Contudo, a informação é falsa. O resultado da apuração completa no exterior, assim como no Brasil, será divulgado pelo TSE após às 17h, quando termina a votação.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente: