Bolsonaristas em Brasília se ajoelham, rezam e choram com vitória de Lula

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Mesmo antes do fim da apuração que deu a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), bolsonaristas se ajoelhavam, faziam orações e choravam na Esplanada dos Ministérios, em Brasília.

Após o resultado oficial, organizadores tentam convocar pelo microfone que as pessoas fiquem no local até o pronunciamento de Bolsonaro.

"Não desamparem esse país, meu Deus", bradava um dos oradores de cima do caminhão. Mas o clima entre os apoiadores de verde e amarelo passou a ser e desânimo e incredulidade, com olhos fixos nos celulares após a virada de Lula, por volta das 18h50.

Às 19h20, algumas pessoas já começavam a ir embora, apesar de alguns lapsos de otimismo por parte dos animadores com uma possível virada, que não ocorreu. Uma das pessoas no caminhão questionou a legalidade da votação, mas não houve muita empolgação entre o público, com exceção de bolsonaristas mais emocionados.

"Olhe para o Ministério da Defesa", disse um dos líderes do ato. "Vamos aguardar o pronunciamento do nosso presidente", disse, convocando os apoiadores a permanecerem na Esplanada.

Nenhuma figura importante do bolsonarismo, como parlamentares, esteve no local.