Bolsonaristas protestam contra ministros do STF em NY

Demonstrators hold a coffin which reads
Imagem ilustrativa de um protesto a favor da operação Lava Jato e contra o STF, em abril de 2019 (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

Um grupo de bolsonaristas passou parte da tarde do domingo (13) protestando em frente a um hotel em Nova York onde estão hospedados seis ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), reunidos para um evento promovido pelo Lide, grupo da família do ex-governador paulista João Doria.

Uma mulher chegou a xingar o ministro Luís Roberto Barroso num passeio pela Times Square, ponto turístico da cidade. "Não seja grosseira", respondeu o magistrado, antes de dizer: "Passe bem". Outros três ministros, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Alexandre de Moraes deixaram o hotel sob xingamentos, com escolta de seguranças.

"Ei, Xandão, seu lugar é na prisão", gritaram os manifestantes para Moraes, usando um de seus apelidos. Ele preside o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e é um dos maiores antagonistas do bolsonarismo.

A Lide Brazil Conference ocorrerá nesta segunda (14) e terça (15) no New York Harvard Club, que fica a poucos metros do hotel, no centro de Manhattan. Os bolsonaristas cantaram o hino nacional e rezaram um Pai Nosso ao longo do dia, entre crítica à derrota do presidente Jair Bolsonaro (PL) para Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no segundo turno das eleições deste ano.

Uma mulher que se identificou como Maria afirmou que estava presente, enrolada numa bandeira brasileira, para "denunciar ao mundo a farsa" que teria ocorrido na eleição. Os manifestantes se apoiam em teses falsas de que o sistema eleitoral é fraudado e que o TSE ajudou Lula.

O Lide pediu auxílio à polícia de Nova York, que colocou dois carros com equipes na frente do hotel. Não houve incidentes, contudo. Em redes sociais, os manifestantes pediram para que um ato maior ocorra nesta terça, feriado da República no Brasil.

Estão presentes no evento de Doria, além de 260 empresários, políticos e convidados, os ministros Barroso, Moraes, Cármem Lúcia, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Dias Toffoli.

*O jornalista Igor Gielow viaja a convite do Lide