Bolsonaro é criticado nas redes após errar localização de cidades nordestinas

Felipe Vidon
·2 minuto de leitura

O presidente Jair Bolsonaro cometeu uma gafe ao publicar nas redes sociais um desvio do voo que pousaria na Bahia, onde cumpre agenda ao longo desta quinta-feira, e logo o erro chamou atenção de internautas que começaram a repercutir nas redes sociais. Na primeira postagem, o presidente afirmou que o município de Paulo Afonso ficava em Alagoas, mas a cidade, está localizada na Bahia. Em seguida, Bolsonaro cometeu outro equívoco: mencionou que a cidade de Piranhas ficava em Sergipe, quando pertence ao estado de Alagoas.

A publicação no Facebook com as informações incorretas ficou no ar por volta de uma hora, depois o post foi editado para corrigir os erros geográficos. No Twitter, "Paulo Afonso" já entrou na lista de assuntos mais comentados, associado também ao termo "Piranhas".

Em um dos comentários de um usuário da rede social reclamou: "o cara não sabe que Paulo Afonso é na Bahia e nem sabe o estado do lugar pra onde tá indo inaugurar uma coisa que nem foi o governo dele que fez", e outro disse "Fui dormir sendo baiano, acordei alagoano. 2020 ta louco mesmo".

Além das publicações repercutindo o desconhecimento geográfico do presidente, alguns apoiadores e opositores falaram sobre o desvio que impediu o pouso em Paulo Afonso. Seguidores do presidente que esperavam poder vê-lo na cidade reclamaram da ausência, enquanto outros moradores comemoraram o fato e brincaram dizendo: "Nem Paulo Afonso quer ele aqui kkkkkk".

A previsão inicial do trajeto até o Nordeste inclui o pouso no aeroporto de Paulo Afonso, na Bahia, e de lá ele seguiria para a agenda em Piranhas. Segundo o presidente, por "falta de teto" a aterrissagem foi suspensa e alterada para para Aracaju, no Sergipe.

O presidente viajou até a região para participar da inauguração do sistema de abastecimento de água do Canal do Sertão. O projeto prevê a utilização da água do rio São Francisco para abastecer uma área rural que compreende 42 cidades alagoanas.

Já em Aracaju, o presidente também publicou um vídeo visitando uma lanchonete antes de ir para Piranhas. Sem máscara, ele posou para fotos com funcionários e apoiadores e comeu um pastel.