Bolsonaro abre o dia de atos com discurso falando que ‘um ou dois não vão atrapalhar o Brasil’ em referência ao STF

·1 minuto de leitura

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) abriu o 7 de Setembro com discurso transmitido em suas redes sociais no qual deu recado para seus apoiadores que prometem ir às ruas em todo país nesta terça-feira para demonstrar apoio popular ao governo.

Nosso País não pode continuar refém de uma ou duas pessoas, não interessa onde elas estejam. Esta uma ou duas pessoas ou entram nos eixos ou serão simplesmente ignoradas da vida pública. Este é o meu trabalho”, disse Bolsonaro no discurso que aconteceu dentro do Alvorada.

Em tom levemente mais brando do que nas últimas semanas, o presidente ainda continuou seus ataques aos STF, mas sem fazer citações nominais. Porém, ao se referir a “uma ou duas pessoas” que “jogam fora das quatro linhas”, faz provável referência aos ministros Luis Roberto Barroso e Alexandre de Moraes, com os quais está em rota de colisão há meses.

Com

"Vou continuar jogando dentro das quatro linhas, mas a partir de agora não admito que outras pessoas, uma ou duas, joguem fora das quatro linhas. A regra do jogo é uma só: respeito à nossa Constituição, liberdade de opinião sempre tendo a nossa Constituição, que é a vontade popular, acima de tudo”, concluiu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos