Bolsonaro aceita convite de Biden e participará da Cúpula das Américas

Jair Bolsonaro participará da Cúpula das Américas em Los Angeles entre os dias 6 e 10 de junho (Foto: SERGIO LIMA/AFP via Getty Images)
Jair Bolsonaro participará da Cúpula das Américas em Los Angeles entre os dias 6 e 10 de junho (Foto: SERGIO LIMA/AFP via Getty Images)

Resumo da notícia

  • Presidente Jair Bolsonaro vai participar da Cúpula das Américas, em Los Angeles

  • Convite foi feito pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden

  • Biden e Bolsonaro devem ter primeiro encontro bilateral desde que o norte-americano assumiu o cargo

O presidente Jair Bolsonaro (PL) aceitou o convite do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e vai participar da Cúpula das Américas. O evento acontecerá entre os dias 6 e 10 de junho, em Los Angeles.

A participação do Brasil foi confirmada pelo Ministério das Relações Exteriores. Em nota, a pasta afirma que, ao longo do evento, está prevista uma reunião bilateral entre Bolsonaro e Biden. A data não foi divulgada pelo ministério.

No início da semana, Jair Bolsonaro recebeu o enviado especial para a Cúpula das Américas, Christopher Dodd, e o encarregado de negócios da embaixada dos EUA no Brasil, Douglas Koneff. O convite de Biden foi aceito pelo Brasil depois da reunião com os dois norte-americanos.

A Cúpula das Américas vai reunir líderes do continente, com o objetivo de falar sobre o fortalecimento da democracia. Essa será a nova edição do evento.

Alguns países não foram convidados pelos Estados Unidos, como Nicarágua, Venezuela e Cuba. Como reação, México, Bolívia, Honduras e outros líderes afirmaram que não irão, caso todos os países das Américas não sejam convidados.

Havia dúvidas se o Brasil confirmaria presença no evento, devido ao alinhamento do presidente Jair Bolsonaro com o ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump – derrotado por Joe Biden nas eleições de 2020. O brasileiro declarou apoio a Trump na ocasião e chegou a dizer que a votação nos Estados Unidos foi fraudada. Desde que Biden assumiu o poder, ele e o presidente brasileiro ainda não tiveram uma reunião bilateral.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos