Bolsonaro diz que país não aguenta três meses parado e acusa governadores de demagogia

Bolsonaro fala a apoiadores na saída do Alvorada (Getty Images)

O presidente Jair Bolsonaro voltou a dizer nesta sexta-feira que o país não aguenta ficar três meses parado e chamou de demagogia a decisão de governadores de decretar medidas de isolamento social em razão do novo coronavírus no Brasil.

Bolsonaro ignorou os jornalistas na manhã desta sexta-feira, ao sair do Palácio da Alvorada, mas parou para conversar com apoiadores, a maioria evangélicos e comerciantes do entorno de Brasília.

Leia também

“Vocês sabem meu posicionamento, não pode fechar dessa maneira. Vai trazer desemprego em massa”, disse. “A sociedade não aguenta ficar dois, três meses parada. É uma demagogia.”

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Bolsonaro disse ainda que está “trazendo a opinião pública” para seu lado e, a uma apoiadora que disse a ele que estavam apenas “esperando sua voz”, respondeu: “vai chegar a hora certa”.

Com Reuters