Bolsonaro admite derrota a Moraes, mas não faz declaração pública

Apoiadores de Bolsonaro reagem à vitória de Lula (Lula: ANDRE BORGES/AFP via Getty Images)
Apoiadores de Bolsonaro reagem à vitória de Lula (Lula: ANDRE BORGES/AFP via Getty Images)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) saiu derrotado nas urnas neste domingo (30), e Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi eleito presidente por 50,90% dos votos válidos, ante 49,10%.

Apesar de não ter feito manifestação pública reconhecendo o resultado da eleição, o atual mandatário admitiu derrota ao presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Alexandre de Moraes.

Segundo informações do portal Metrópoles, ao proclamar o resultado das eleições para presidente da República, o ministro disse ter ligado para os candidatos que concorreram ao pleito.

“Liguei pessoalmente para conversar com ambos os candidatos, Luiz Inácio Lula da Silva e Jair Bolsonaro, dizendo que a Justiça Eleitoral já estava apta para proclamar o resultado”, disse Moraes a jornalistas.

Bolsonaro votou no Rio de Janeiro e voltou para Brasília por volta das 15h, onde acompanhou a apuração.

Ainda de acordo com o portal Metrópoles, o chefe do Executivo recebeu visitas de aliados como o ministro da Justiça, Anderson Torres, e o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ).