Ex-motorista de Fernando, condenado na Rússia, recebeu indulto e foi solto

Adriana Mendes
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA — O presidente Jair Bolsonaro anunciou neste domingo que a Rússia concedeu o induto ao ex-motorista do jogador Fernando - do Spartak Moscou-, Robson Nascimento de Oliveira que estava preso há dois anos por ter sido condenado pela Justiça da Rússia por contrabando e tentativa de tráfico de drogas. 

Bolsonaro lembrou que Robson foi detido na Rússia depois de desembarcar no aeroporto com uma mala que continha medicamento controlado autorizado no Brasil, mas que é tido como droga na Rússia. Ele levava duas caixas do remédio Mytedom 10mg, que contém a substância cloridrato de metadona, considerada ilícita no país. 

Leia também

Segundo Bolsonaro, o ex-motorista já se encontra na embaixada brasileira na Rússia e deve retornar ao Brasil na quarta-feira .

"Como hoje é o dia Páscoa Ortodoxa na Rússia, uma data importante pra eles, eles aproveitam esse momento para conceder esse tipo de indulto. E o Robson, então, foi indultado, se encontra na embaixada e, na próxima quarta-feira, está previsto, ele retorna ao Brasil", disse o Bolsonaro, na entrada do Palácio da Alvorada.

Bolsonaro também postou um vídeo em rede social comemorando o indulto do ex-motorista. Ao lado do ministro das Relações Exteriores, Carlos Alberto Franco França, do deputado Hélio Negrão (PSL-RJ) e do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) ele destacou que foi uma "longa negociação" e agradeceu o presidente russo, Vladimir Putin, e autoridades que participaram das tratativas para libertação de Robson.