Bolsonaro assina nomeação de comandantes de Marinha e Aeronáutica escolhidos por Lula

***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 15.01.2019 - O presidente Jair Bolsonaro em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 15.01.2019 - O presidente Jair Bolsonaro em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PL) assinou nesta sexta-feira (30) as nomeações dos comandantes da Marinha e da Aeronáutica escolhidos pelo presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Na Marinha, o almirante Almir Garnier passará o comando para Marcos Sampaio Olsen. A troca, no entanto, ocorre de forma interina no sábado (31) e será oficializada somente após Lula assinar outro decreto com a nomeação, a partir de 1º de janeiro.

Na Aeronáutica, o brigadeiro Baptista Júnior entregará a chefia da Força para Marcelo Kanitz Damasceno, o oficial mais antigo, a partir de 2 de janeiro.

Além deles, o Exército promove nesta sexta-feira a cerimônia de passagem de comando da Força, em Brasília. O general Júlio César de Arruda assume o posto de Freire Gomes.

Os três nomes foram escolhidos pelo futuro ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, com o aval de Lula.

Os oficiais-generais são os mais antigos de cada uma das Forças e foram definidos pelo critério estabelecido por Múcio de interferir o mínimo possível na escolha dos comandantes de Exército, Marinha e Aeronáutica, dando mais previsibilidade para as carreiras.

As datas para a passagem de comando foram definidas pelo atual ministro da Defesa, general Paulo Sérgio Nogueira, e apresentadas a Múcio na última segunda (26).