Bolsonaro avisa a Biden que Brasil tem 'pólvora'

·1 minuto de leitura
O presidente Jair Bolsonaro durante o lançamento de um programa de retomada do turismo, no Palácio do Planalto, em Brasília, em 10 de novembro de 2020
O presidente Jair Bolsonaro durante o lançamento de um programa de retomada do turismo, no Palácio do Planalto, em Brasília, em 10 de novembro de 2020

O presidente Jair Bolsonaro, um dos poucos chefes de Estado do mundo que não parabenizou Joe Biden após sua vitória eleitoral nos Estados Unidos, alertou o democrata nesta terça-feira (10), sem identificá-lo, que o Brasil tem "pólvora".

"Assistimos há pouco um grande candidato a chefe de Estado dizer que se eu não apagar o fogo na Amazônia levanta barreiras comerciais contra o Brasil. Como é que nós podemos fazer frente a tudo isso? Apenas na diplomacia não dá", disse durante um evento.

"Porque quando acaba a saliva, tem que ter pólvora, se não, não funciona. Precisa nem usar pólvora, mas tem que saber que tem", acrescentou Bolsonaro, aliado do atual presidente americano, Donald Trump.

O presidente brasileiro, que fez de seu alinhamento com Washington um pilar de sua diplomacia, já teve um confronto em outubro com o então candidato democrata à Casa Branca, que no primeiro debate de campanha ameaçou o Brasil com "consequências econômicas significativas" se o desmatamento continuar.

Na ocasião, Bolsonaro advertiu que a declaração "desastrosa e gratuita" de Biden colocava em risco a "convivência cordial" entre as duas maiores economias do continente.

Trump se recusa a reconhecer a vitória de seu rival, denuncia fraude a favor do democrata sem apresentar provas e promete apelar à justiça.

pr-pt/jm/gma/ic/mvv