Bolsonaro chama Antonio Tabet de 'Tablet' após roteirista falar que 'cornos' o apoiam

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
*ARQUIVO* BRASILIA, DF,  BRASIL,  27-06-2022, 17h00. O presidente Jair Bolsonaro participa das novas emissão das novas Carteiras de Identidade Nacional  nos Estados e lançamento do Novo Passaporte Brasil (FOTO Gabriela Biló /Folhapress)
*ARQUIVO* BRASILIA, DF, BRASIL, 27-06-2022, 17h00. O presidente Jair Bolsonaro participa das novas emissão das novas Carteiras de Identidade Nacional nos Estados e lançamento do Novo Passaporte Brasil (FOTO Gabriela Biló /Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O roteirista Antonio Tabet, 48, e o presidente Jair Bolsonaro, 67, (PL) trocaram farpas nas redes sociais na noite desta segunda-feira (1º). Tudo começou quando o fundador do Porta dos Fundos fez um tuíte falando sobre os defensores do político na rede social.

"DataTabet: 98% dos cornos que defendem Bolsonaro no Twitter têm foto de perfil cafona com óculos escuros dentro do carro", escreveu. Pouco tempo depois, o presidente citou a frase de Tabet e o chamou de Tablet. "Boa piada, Tablet", começou.

"Falando em carro, publicamos nosso decreto que reduz o IPI (IMPOSTO) sobre mais de 4.000 itens, incluindo automóveis. O bom dessa medida, é que ela não contempla apenas aqueles que você diz me apoiarem, mas a todos, inclusive os cornos com a sua ideologia". Bolsonaro fez uma sequência de tuítes falando sobre o decreto.

Tabet rebateu o tuíte. "Já que o presidente se importa mais comigo que com a vacina e a fome, aproveito para perguntar: Por que o Queiroz depositou R$ 89 mil na conta da Michelle? Cadê o dinheiro do MEC? A PF sabe quem mandou seu vizinho matar Marielle? O que é golden shower? Grato, Tablet."

Após o bate boca na rede social, a frase "cornos com Bolsonaro" chegou a ficar entre os assuntos mais comentados Twitter, na manhã desta terça-feira (2). Em recente entrevista, Tabet garantiu que votará pela primeira vez na vida no PT em um eventual segundo turno entre Lula e Jair Bolsonaro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos